Com a pandemia e a mudança de estação muitas famílias estão a precisar de vestuário e calçado

Solidariedade | Juntos por Famalicão contra o Covid-19 procura espaço para Loja Solidária

Solidariedade | Juntos por Famalicão contra o Covid-19 procura espaço para Loja Solidária

Pub

 

 

O objetivo é: quem pode, doa; quem precisa, recebe.

Para colocar a ideia em prática o movimento cívico Juntos em Vila Nova de Famalicão contra o Covid-19 apela à cedência de um espaço comercial, preferencialmente no centro da cidade (para ser bem acessível a toda a população), para montar uma loja solidária que se pretende possa ser de todos aqueles que a ela precisem recorrer.

“Quem tem um espaço comercial que não esteja a usar e poderia emprestar por algumas semanas para esta ação solidária?”, solicita Priscilla Rabelo, membro do grupo informal de apoio à comunidade.”Por se tratar se uma ação de voluntariado o espaço, obviamente, teria de ser cedido a título gratuito”, esclarece.

Priscilla Rabelo recorda que “há famílias, especialmente as que têm crianças, a passar dificuldades ao nível de roupas e calçado. Com a pandemia e a mudança de estação muitas famílias estão a ter esse tipo de necessidade e sem condições de supri-la porque os recursos disponíveis estão a ser usados para bens e despesas essenciais. Por outro lado, há famílias que, felizmente, não têm essa dificuldade e certamente gostariam de colaborar com doações”.

Foi público, em Famalicão, por estes dias, da violação de um daqueles contentores verdes (destinados a doações de roupa) por parte de famílias necessitadas. “Não é a primeira vez que temos conhecimento deste tipo de situação, infelizmente. Por isso, com a ajuda de outros intervenientes, gostaria de colocar em ação a seguinte ideia: criar um loja solidária, onde as pessoas possam fazer e receber doações de roupas e calçado (e, talvez, brinquedos, pequenos objetos domésticos, têxteis-lar)”, desafia.

A luso-brasileira residente em Famalicão disponibiliza-se “a ficar no espaço”, contanto que haja, ainda assim, “mais gente disponível para ajudar”.

Plena de boa vontade, Priscilla Rabelo acredita também facilmente se conseguirá, “no grupo, entre familiares e amigos, encontrar doações” que justifiquem o funcionamento da loja. “Todos temos em casa algo que já não queremos, mas que pode ser muito útil para outras pessoas”.

O desafio está lançado.

Quem aceita ajudar a transformar esta ideia em realidade?

 

Fonte: JeVNFcC

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver; e não pagou por isso.

Vila Nova é cidadania e serviço público: diário digital generalista de âmbito regional, independente e pluralé gratuito para os leitores. Acreditamos que a informação de qualidade, que ajuda a pensar e a decidir, é um direito de todos numa sociedade que se pretende democrática.

Como deve calcular, a Vila Nova praticamente não tem receitas publicitárias. Mais importante do que isso, não tem o apoio nem depende de nenhum grupo económico ou político.

Você sabe que pode contar connosco. Estamos por isso a pedir aos leitores como você, que têm disponibilidade para o fazer, um pequeno contributo.

A Vila Nova tem custos de funcionamento, entre eles, ainda que de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta e plural.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo – a partir de 1,00 euro – sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco. Se é uma empresa ou instituição, poderá receber publicidade como forma de retribuição.

Se quiser fazer uma assinatura com a periodicidade que entender adequada, programe as suas contribuições. Estabeleça esse compromisso connosco.

Contamos consigo.

*

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

Obs: Envie-nos o comprovativo da transferência e o seu número de contribuinte caso pretenda receber o comprovativo de pagamento, para efeitos fiscais.

*

Pub

Categorias: Sociedade

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.