Eurodeputada Isabel Estrada Carvalhais considera que programa ‘Do Prado ao Prato’ promove uma transição para um sistema alimentar saudável, seguro e sustentável

‘Estratégia para o setor agrícola e agro-alimentar exige relevância e meios’

‘Estratégia para o setor agrícola e agro-alimentar exige relevância e meios’

Pub

 

 

A Comissão Europeia apresenta a 27 de maio a revisão de propostas para o Quadro Financeiro Plurianual. Numa troca de impressões com o novo Director Geral da Agricultura e Desenvolvimento Rural, Isabel Estrada Carvalhais, a eurodeputada do Partido Socialista, reforçou a expectativa num reforço da PAC para encarar os momentos desafiantes que vivem os agricultores europeus.

Isabel Carvalhais salientou a importância para a agricultura europeia de que “o Departamento da Comissão Europeia responsável pela agricultura e desenvolvimento rural seja um departamento com uma voz forte, que apoie o setor agrícola europeu na função que cumpre de fornecimento de alimentos acessíveis e seguros aos nossos cidadãos, apoiando simultaneamente os agricultores no seu caminho em direção a sistemas de produção mais sustentáveis”.

As declarações da eurodeputada realizaram-se no âmbito da primeira troca de impressões na Comissão de Agricultura e Desenvolvimento Rural do Parlamento Europeu com o novo Director Geral da Agricultura e Desenvolvimento Rural da Comissão Europeia, Wolfgang Burtsher (nomeado em abril passado). Com o sector agrícola a enfrentar momentos desafiantes, o impacto adverso da pandemia de Covid-19 na agricultura e no sistema agro-alimentar da União Europeia foi tema central da discussão, assim como a estratégia “Do prado ao prato”, recentemente adoptada pela Comissão Europeia.

A estratégia “Do Prado ao Prato” apresenta como objectivo a promoção de uma transição para um sistema alimentar sustentável que proteja a segurança alimentar e garanta o acesso de todos os europeus a dietas saudáveis, provenientes de uma agricultura ambientalmente sustentável. Algumas das propostas passam por “reduzir em 50 % a utilização de pesticidas químicos, reduzir as perdas de nutrientes em, pelo menos, 50 %, garantindo que não ocorre deterioração da fertilidade dos solos, o que reduzirá a utilização de fertilizantes em, pelo menos, 20 % até 2030. É esperado ainda reduzir em 50 % as vendas de agentes antimicrobianos para animais de criação e de aquicultura até 2030, e ainda promover a agricultura biológica a 25 % das terras agrícolas até 2030”.

Referindo-se a esta estratégia, Isabel Carvalhais destacou ser “bastante claro que ela depende fortemente dos recursos da PAC, pelo que esperamos que a Comissão apresente uma proposta para o Quadro Financeiro Plurianual (QFP) que dê à PAC a relevância correta e os meios adequados”.

A Comissão Europeia irá apresentar esta quarta-feira, dia 27 de maio a revisão das propostas para o QFP e a proposta para o “Plano de Recuperação para a Europa”. A Presidente da Comissão Ursula von der Leyen irá estar no Parlamento Europeu durante uma sessão plenária extraordinária na tarde de 27 para apresentar as propostas aos eurodeputados.

1ª Página. Clique aqui e veja tudo o que temos para lhe oferecer.vila nova online - 1ª página

Fonte e Imagem: IEC

VILA NOVA, o seu diário digital. Conte connosco, nós contamos consigo.

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

VILA NOVA é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a VILA NOVA é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a VILA NOVA tem custos, entre os quais a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade, entre outros.

Para lá disso, a VILA NOVA pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta. A melhor forma de o fazermos é dispormos de independência financeira.

Como contribuir e apoiar a VILA NOVA?

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de mbway, netbanking, multibanco ou paypal.

MBWay: 919983484

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

Paypal: pedrocosta@vilanovaonline.pt

Envie-nos os seus dados e na volta do correio receberá o respetivo recibo para efeitos fiscais ou outros.

Gratos pela sua colaboração.

Publicidade | VILA NOVA: deixe aqui a sua Marca

Pub

Acerca do Autor

Comente este artigo

Only registered users can comment.