Espetáculo destinado a crainças e suas famílias acontece no Parque da Cidade

Infância | Braga celebra Dia Mundial da Criança com ‘Comédia Muda’

Infância | Braga celebra Dia Mundial da Criança com ‘Comédia Muda’

Pub

 

 

Em tempos de desconfinamento gradual, os parques oferecem um posicionamento privilegiado para a retoma aprazível de tempos de qualidade vividos em família. Em Braga, a autarquia antecipa um dos dias que mais liberta o mundo – o Dia Mundial da Criança – para este Domingo, dia 31 de maio, e desafia os Bracarenses a encher o seu Parque da Cidade de alegria usufruindo em família,  ao vivo e em segurança, de um hilariante espectáculo de teatro no anfiteatro do Parque da Ponte com duas sessões, pelas 10h00 e pelas 18h00.

De acordo com as recomendações da DGS para retoma gradual das actividades, o acesso é de entrada gratuita mas sujeito a inscrições prévias e limitadas a 50 pessoas por espectáculo. Os lugares sentados no anfiteatro serão devidamente distanciados entre famílias e uma equipa indicará os lugares a ocupar.

A ‘Comédia Muda – A Ilusão das Cores’, pelo grupo de teatro Malad’arte, é uma história sobre cores, ou a falta delas, e da relação de um homem, sem muito para dar, com uma criança que ganhava a vida a pedir esmolas, tudo isto, em formato de comédia muda inspirada nos filmes de Charlie Chaplin e Buster Keaton, usando técnicas relacionadas com o teatro físico que promete arrancar uma gargalhada desde o mais pequeno ao mais graúdo. “Num passeio ocasional, um senhor de aparência quase vulgar, encontra um menino a pedir esmola. Este homem, de poucas vestes e sem muito para dar, oferece o pouco que tem sem saber que a partir daquele momento, nunca mais ficará sozinho”.

Ficha Técnica

Direcção
Catarina Barbosa

Para proceder à reserva basta proceder à inscrição.

Fonte e Imagem: Município de Braga

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver; e não pagou por isso.

Vila Nova é cidadania e serviço público: diário digital generalista de âmbito regional, independente e pluralé gratuito para os leitores. Acreditamos que a informação de qualidade, que ajuda a pensar e a decidir, é um direito de todos numa sociedade que se pretende democrática.

Como deve calcular, a Vila Nova praticamente não tem receitas publicitárias. Mais importante do que isso, não tem o apoio nem depende de nenhum grupo económico ou político.

Você sabe que pode contar connosco. Estamos por isso a pedir aos leitores como você, que têm disponibilidade para o fazer, um pequeno contributo.

A Vila Nova tem custos de funcionamento, entre eles, ainda que de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta e plural.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo – a partir de 1,00 euro – sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco. Se é uma empresa ou instituição, poderá receber publicidade como forma de retribuição.

Se quiser fazer uma assinatura com a periodicidade que entender adequada, programe as suas contribuições. Estabeleça esse compromisso connosco.

Contamos consigo.

*

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

Obs: Envie-nos o comprovativo da transferência e o seu número de contribuinte caso pretenda receber o comprovativo de pagamento, para efeitos fiscais ou outros.

*

Pub

Categorias: Agenda, Sociedade

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.