José Maria Costa nomeia Ricardo Rego para ocupar o seu lugar

Cultura | Maria José Guerreiro demite-se do pelouro da Cultura da Câmara Municipal de Viana do Castelo

Cultura | Maria José Guerreiro demite-se do pelouro da Cultura da Câmara Municipal de Viana do Castelo

 

 

Maria José Guerreiro, vereadora da Educação, Cultura e Turismo na Câmara Municipal de Viana do Castelo, eleita pelo Partido Socialista, apresentou a sua demissão a José Maria Costa, o presidente da autarquia, que a aceitou.

“A vereadora será substituída pelo atual chefe de gabinete do presidente da Câmara, Ricardo Rego, formado Psicologia com especializações em Gestão das Organizações e em Gestão Pública, e que anteriormente exercia o cargo de Diretor do Serviço Hoteleiro e Apoio Geral na ULSAM”, informa o Município de Viana do Castelo.

José Maria Costa, o presidente da autarquia vianesa, “aceitou o pedido de renúncia ao cargo de vereadora de Maria José Guerreiro, que detinha até agora os pelouros do Turismo, Educação e Cultura”.

“A vereadora, que exercia funções no executivo há mais de onze anos, alegou razões pessoais para apresentar a renúncia e José Maria Costa entendeu os motivos para tal decisão, aceitando a sua saída do executivo”.

Relevando o exercício das funções executivas por Maria José Guerreiro, professora de profissão”, o Município acrescenta que esta “desempenhou com elevado profissionalismo e dedicação o seu trabalho nos setores da educação, da cultura e do turismo”.

A público vieram divergências relativas à candidatura da Romaria da Senhora d’ Agonia ao Concurso 7 Maravilhas – Cultura Popular, que a Vereadora do pelouro não terá aprovado, refere Pedro Xavier, na Rádio Geice, o que terá levado a um afastamento no relacionamento institucional.

Para além daqueles pelouros, Maria José Guerreiro, professora, é também, por inerência, presidente da Vianafestas. Faz parte do Executivo Municipal vianês desde 2009.

Fontes: Município de Viana do Castelo, Aurora do Lima, Rádio Geice; Imagens: (0) Município de Viana do Castelo, (1) PS (2) Senhora da Agonia

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais se podem referir, de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de netbanking, multibanco ou mbway. Se é uma empresa ou instituição, o seu contributo pode também ter a forma de publicidade.

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

MBWay: 919983484

*

Categories: Política, Sociedade

About Author

Write a Comment

Only registered users can comment.