10 linhas e 1240 km diários para circular grátis entre centros urbanos da região

Mobilidade | CIM do Cávado cria rede de transporte público de passageiros

Mobilidade | CIM do Cávado cria rede de transporte público de passageiros

Pub

 

 

Amares, Barcelos, Braga, Esposende, Terras de Bouro e Vila Verde acabam de lançar uma Rede de Transporte Público de Passageiros Essencial, para serviço das populações a curto prazo. Esta Rede é criada no âmbito da Comunidade Intermunicipal do Cávado, em articulação com a respetiva Autoridade Intermunicipal de Transportes do Cávado (AITC) e os municípios dos concelhos referidos.

A Rede é composta por um total de 10 carreiras, com 36 circulações diárias, contabilizando um total de 1242 km diários. Os horários foram adaptados de modo a permitirem as habituais deslocações profissionais e acessos aos centros urbanos e basearam-se nos dados históricos de procura, permitindo com um número reduzido de carreiras, servir a maior população possível.

Após o cancelamento das atividades letivas, e com a declaração do Estados de Emergência, em virtude da pandemia de Covid-19, sucessivamente prorrogado ao longo de 45 dias, o transporte público de passageiros sofreu reduções drásticas, tendo inclusivamente sido totalmente suspenso na maioria dos municípios da Comunidade do Cávado. Neste sentido, foi identificada como prioritária a reativação de serviços essenciais de transporte público de passageiros. Estes, durante um período transitório, asseguram níveis mínimos de mobilidade às populações.

Durante este período transitório as condições de utilização desta Rede são especiais, nomeadamente, não haverá lugar à cobrança de bilhetes nem carregamento de passes, pelo que a circulação será livre. A lotação dos veículos é de dois terços da sua lotação máxima e não será permitida a circulação de passageiros sem máscara protetora. A entrada e saída dos passageiros será feita unicamente pela porta traseira.

De realçar que esta Rede tem um carácter temporário e será reavaliada periodicamente pela CIM do Cávado, de modo a poder adaptar-se a uma realidade profundamente dinâmica e imprevisível como a que se vive atualmente.

Fonte: Imagens: (0) TP, (1) CIM do Cávado

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver; e não pagou por isso.

Vila Nova é cidadania e serviço público: diário digital generalista de âmbito regional, independente e pluralé gratuito para os leitores. Acreditamos que a informação de qualidade, que ajuda a pensar e a decidir, é um direito de todos numa sociedade que se pretende democrática.

Como deve calcular, a Vila Nova praticamente não tem receitas publicitárias. Mais importante do que isso, não tem o apoio nem depende de nenhum grupo económico ou político.

Você sabe que pode contar connosco. Estamos por isso a pedir aos leitores como você, que têm disponibilidade para o fazer, um pequeno contributo.

A Vila Nova tem custos de funcionamento, entre eles, ainda que de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta e plural.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo – a partir de 1,00 euro – sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco. Se é uma empresa ou instituição, poderá receber publicidade como forma de retribuição.

Se quiser fazer uma assinatura com a periodicidade que entender adequada, programe as suas contribuições. Estabeleça esse compromisso connosco.

Contamos consigo.

*

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

Obs: Envie-nos o comprovativo da transferência e o seu número de contribuinte caso pretenda receber o comprovativo de pagamento, para efeitos fiscais ou outros.

*

Pub

Categorias: Sociedade

About Author

Write a Comment

Only registered users can comment.