Garantir o fornecimento aos mercados hospitalar e alimentício

Adesivos | Colquímica reajusta produção industrial em função da rápida progressão da pandemia de Covid-19

Adesivos | Colquímica reajusta produção industrial em função da rápida progressão da pandemia de Covid-19

Pub

 

 

A Colquímica, com sede em Valongo e um dos maiores players mundiais no desenvolvimento e comercialização de adesivos para aplicações industriais, readaptou rapidamente as suas linhas de produção para garantir a satisfação de carências urgentes provocadas pela pandemia do novo coronavírus, nomeadamente para o mercado hospitalar e alimentício.

A pandemia da Covid-19 provocou, de um momento para o outro, uma procura extraordinária de produtos para a indústria médica e hospitalar, bem como para o ramo alimentar.

Ciente da relevância dos seus produtos nos processos de fabrico de produtos de primeira necessidade, tais como bens alimentares e bebidas, fraldas de bebé e adulto, pensos higiénicos, máscaras de proteção individual e batas hospitalares, a empresa adotou um rigoroso plano de contingência, salvaguardando a saúde e segurança dos colaboradores, por forma a continuar a assegurar o compromisso perante o mercado, num momento particularmente exigente.

Com o intuito de prestar apoio na cedência de materiais de proteção descartáveis para os profissionais de saúde, a Colquímica mantém-se em contacto permanente com as entidades de saúde locais. Irá, simultaneamente, afetar boa parte dos recursos humanos e materiais à produção de gel desinfetante para as mãos, de acordo com a fórmula sugerida pela Organização Mundial de Saúde, prevendo doar uma tonelada às unidades de saúde.

Em paralelo, a empresa tem desenvolvido um conjunto de ações diretas de apoio aos centros médicos e hospitalares mais próximos, em particular à Unidade de Saúde Familiar de Valongo e de Poznan, na Polónia, onde se situa uma das unidades da empresa. A estas instituições a Colquímica doou já mais de um milhar de máscaras cirúrgicas e de proteção, cerca de 600 luvas descartáveis, mil toalhas descartáveis, e mais de duas mil capas protetoras de calçado.  Mais doações vão continuar a ser feitas à medida que a empresa receba mais materiais.

João Pedro Koehler, CEO da Colquímica Adhesives, acredita que, enquanto organização, a empresa “tem um papel a desempenhar na comunidade e no ecossistema que nos rodeia. Num período em que as infraestruturas humanas e materiais se encontram particularmente expostas, é nossa obrigação contribuir ativamente para a superação coletiva deste obstáculo”.

Com uma capacidade de produção total que supera as 65 mil toneladas de colas industriais por ano, a Colquímica, fundada em 1953, em Valongo, conta com três unidades de produção, duas em Portugal e uma na Polónia (desde 2013), que lhe permitem desenvolver soluções de qualidade para cada um dos mercados em que opera, em mais de 60 países, espalhados por todo o mundo.

Fonte e Imagens: Colquímica

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver; e não pagou por isso.

Vila Nova é cidadania e serviço público: diário digital generalista de âmbito regional, independente e pluralé gratuito para os leitores. Acreditamos que a informação de qualidade, que ajuda a pensar e a decidir, é um direito de todos numa sociedade que se pretende democrática.

Como deve calcular, a Vila Nova praticamente não tem receitas publicitárias. Mais importante do que isso, não tem o apoio nem depende de nenhum grupo económico ou político.

Você sabe que pode contar connosco. Estamos por isso a pedir aos leitores como você, que têm disponibilidade para o fazer, um pequeno contributo.

A Vila Nova tem custos de funcionamento, entre eles, ainda que de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta e plural.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo – a partir de 1,00 euro – sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco. Se é uma empresa ou instituição, poderá receber publicidade como forma de retribuição.

Se quiser fazer uma assinatura com a periodicidade que entender adequada, programe as suas contribuições. Estabeleça esse compromisso connosco.

Contamos consigo.

*

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

Obs: Envie-nos o comprovativo da transferência e o seu número de contribuinte caso pretenda receber o comprovativo de pagamento, para efeitos fiscais ou outros.

*

Pub

Categorias: Economia

About Author

Write a Comment

Only registered users can comment.