Manuscrito setecentista revela pormenores sobre o quotidiano bracarense da segunda metade do século XVIII

História | ‘Livro Curioso’ sobre Braga apresentado no Arquivo Distrital

História | ‘Livro Curioso’ sobre Braga apresentado no Arquivo Distrital

Pub

 

 

O Arquivo Distrital de Braga e o Município bracarense apresentam esta Sexta-feira, 31 de Janeiro, uma publicação que recupera um manuscrito setecentista que revela pormenores sobre o quotidiano bracarense da segunda metade do século XVIII.

A sessão, que irá decorrer no Arquivo Distrital, pelas 21h30, conta com a participação de Ana Maria Macedo, autora das notas introdutórias, e de Rui Faria, paleógrafo responsável pela transcrição deste manuscrito.

Algumas curiosidades desconhecidas da imensa maioria dos bracarenses irão agora ser desvendadas. Sabia que um  cometa apareceu no céu de Braga em 1770? E a história da freira que fugiu do Convento da Conceição? Ou aquela tempestade que deitou abaixo as pontes dos Pelames e de Guimarães e matou 23 pessoas em 1779? E como não lembrar as grandes festas jubilares realizadas no Bom Jesus do Monte? Ou a magnífica trasladação das colunas graníticas da nova Igreja do Hospital de São Marcos?

Todos estes relatos, e muitos outros, podem ser consultados no denominado Livro Curioso, que corresponde ao manuscrito n.º 341 da colecção de manuscritos do Arquivo Distrital de Braga. A relevância historiográfica evidenciada por este documento permite-nos progredir no conhecimento e aprofundamento do quotidiano da cidade de Braga entre 1755 e 1790.

Ao longo das mais de 700 páginas deste relevante manuscrito, percebemos os acontecimentos mais relevantes do dia-a-dia bracarense, as festas, os desastres, a religiosidade, bem como as pessoas mais influentes e as decisões mais polémicas.

O livro, que terá um custo de 18,00 euros, estará à venda na sessão de apresentação e no Balcão Único do Município de Braga a partir do próximo dia 10 de Fevereiro.

 

Fonte e Imagem: Município de Braga

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais se podem referir, de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco. Se é uma empresa ou instituição, o seu contributo pode também ter a forma de publicidade.

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

*

 

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais se podem referir, de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco. Se é uma empresa ou instituição, o seu contributo pode também ter a forma de publicidade.

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

*

Pub

Categorias: Agenda, Cultura

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.