Compostagem doméstica revela adesão e produz resultados positivos

Ambiente | Viana Abraça preserva o ambiente e apoia instituições sociais

Ambiente | Viana Abraça preserva o ambiente e apoia instituições sociais

Pub

 

 

O projeto Viana Abraça, lançado em 2018 pela Câmara Municipal de Viana do Castelo, em parceria com os Serviços Municipalizados de Saneamento Básico, pretende reduzir a quantidade de resíduos enviados para aterro, preservando o ambiente e apoiando as instituições de solidariedade social do concelho.

O projeto encontra-se dividido em dois eixos: o eixo rural, que incentiva a separação de resíduos orgânicos através da compostagem doméstica; e o eixo urbano, que incentiva a recolha seletiva de resíduos orgânicos. Estes dois eixos permitem, com a adesão dos vianenses, contribuir para o desvio de resíduos orgânicos do aterro.

A implementação do eixo rural (compostagem doméstica) está já concluída. Registou uma taxa global de adesão de 83% dos utilizadores contactados com sucesso no período de execução compreendido entre julho de 2018 e outubro de 2019. No total, a implementação do projeto desenvolveu perto de 29 mil ações de contacto, tendo captado um total de 7.355 famílias (o equivalente a perto de 21.500 habitantes) e instalado 7.690 kits de compostagem doméstica no Município.

Considerando o número de utilizadores captados no projeto até outubro de 2019 e o coeficiente de fidelização (81%) avaliado no quadro de visitas de acompanhamento aos aderentes, a capacidade de captação de bio-resíduos para valorização orgânica através de compostagem doméstica instalada com a implementação do eixo rural do projeto Viana Abraça ascende a um valor de entre 1.687 a 2.403 toneladas/ano.

As ações de implementação do eixo urbano do projeto Viana Abraça estão em curso desde julho de 2019. Até ao momento, foram instalados 173 contentores de deposição seletiva de bio-resíduos alimentares e captadas 5.449 famílias no projeto, que correspondem mais de 14.000 habitantes da área urbana. Considerando os dados mais recentes, o projeto regista em 2020 uma capitação de recolha seletiva de bio-resíduos de 38 kg/habitante por ano.

Aos benefícios ambientais associados à valorização de bio-resíduos somam-se as vantagens sociais – por cada euro poupado com o desvio de resíduos orgânicos de aterro, a Câmara Municipal junta outro euro para fazer face a necessidades materiais das instituições de solidariedade social do Município.

Viana do Castelo adquire viaturas destinadas a recolha de resíduos

Os Serviços Municipalizados de Saneamento Básico de Viana do Castelo (SMSBVC) investiram 570 mil euros na aquisição de duas viaturas pesadas para a recolha de resíduos. Assim, ao abrigo de uma candidatura ao PO-SEUR Portugal 2020 foi adquirido um camião para lavagem de contentores, no valor de cerca de 300 mil euros, e um camião de carga lateral para recolha de resíduos, num investimento de 270 mil euros.

 

Fonte e Imagens: Município de Viana do Castelo

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais se podem referir, de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco. Se é uma empresa ou instituição, o seu contributo pode também ter a forma de publicidade.

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

*

Pub

Categorias: Sociedade

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.