Paulo Cunha: Conforto e comodidade estimulam mobilidade e uso de transportes públicos

Central Rodoviária de Famalicão vai ser renovada

Central Rodoviária de Famalicão vai ser renovada

Pub

 

 

O Município de Famalicão vai avançar com obras de reabilitação profunda no atual Centro Coordenador de Transportes, uma das principais portas de entrada da cidade e do concelho. O anúncio foi efetuado ontem, 13 de janeiro, durante a reunião do executivo municipal, com a aprovação da abertura de concurso público para a realização da empreitada que vai implicar um investimento de perto de três milhões de euros.

A infraestrutura, que conta já 27 anos – foi inaugurada em 1992 –, passará a chamar-se Estação Rodoviária de Passageiros e irá beneficiar de um conjunto de melhoramentos, tendo em vista a criação de um espaço mais moderno, multifuncional e mais confortável e cómodo para os passageiros. Um dos objetivos é incentivar a utilização dos transportes públicos, reforçando-se a articulação com a Estação Ferroviária de passageiros.

Segundo Paulo Cunha, presidente da Câmara Municipal, “o que está em causa é uma intervenção estrutural. Todo o edifício vai ser melhorado”. Para o autarca “é fundamental criarmos condições de conforto e comodidade para estimularmos a mobilidade e o uso de transportes públicos, para que os cidadãos possam mais facilmente aderir aos mesmos”, assinalou referindo que “queremos cada vez mais pessoas a utilizar os transportes públicos e esta intervenção é decisiva para que isso aconteça.”

“Quando a obra ficar concluída teremos um espaço mais condigno, mais aprazível, mais multifuncional. Não só ao nível da mobilidade, mas também como espaço lúdico, social e cultural”, acrescentou, salientando que “para além da função de terminal e ponto de correspondência de transportes públicos rodoviários de passageiros, a estação exerce outras funcionalidades, como comércio e serviços aos passageiros, constituindo uma importante centralidade urbana”.

Depois de escolhida a empresa de construção e de todos os procedimentos legais, a empreitada terá um prazo de execução de um ano.

Entre as várias intervenções destaque para a colocação de uma nova cobertura no cais e frente sul da estrutura; remodelação das áreas de comércio e serviços, com a reformulação de montras e libertação da área de acesso ao cais de embarque; colocação de apoios para o estacionamento de bicicletas e de novo mobiliário, e conceção de sinalética, de acordo com a nova imagem concebida para a central e reorganização das bilheteiras, concentrando a venda de todas as viagens no mesmo balcão.

1ª Página. Clique aqui e veja tudo o que temos para lhe oferecer.vila nova online - 1ª página

Imagem: MVNF

VILA NOVA, o seu diário digital. Conte connosco, nós contamos consigo.

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

VILA NOVA é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a VILA NOVA tem custos associados à sua manutenção e desenvolvimento na rede.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de transferência bancária.

MB Way: 919983404

Netbanking ou Multibanco:

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91; BIC/SWIFT: BESZ PT PL

Paypal: pedrocosta@vilanovaonline.pt

Pub

Acerca do Autor

Comente este artigo

Only registered users can comment.