Carla Oliveira

Comunidade | ‘Cuidar do Cuidador’: Encontros pela sua saúde têm lugar pelas freguesias de Famalicão

Comunidade | ‘Cuidar do Cuidador’: Encontros pela sua saúde têm lugar pelas freguesias de Famalicão

Pub

 

 

Atualmente, em Portugal, estima-se que mais de 800 mil pessoas cuidem, em casa, de alguém que está dependente de si, ou seja, é Cuidador Informal 1. 

De entre as incapacidades transversais a todas as faixas etárias que podem levar à necessidade da presença de um cuidador, contam-se, por exemplo, doenças crónicas, deficiências físicas e/ou psíquicas, parciais ou totais, temporárias ou definitivas. Neste contexto, assume particular pertinência a figura do Cuidador Informal que assegura a prestação de cuidados necessários, de cariz pessoal, de saúde e social.

Sabendo que o processo de cuidar é complexo, uma vez que engloba desde os aspetos emocionais até aos aspetos mais técnicos, podemos deduzir que os Cuidadores Informais se confrontam, diariamente, com muitos desafios.

Foi com base no conhecimento real e diário, in loco, fruto do meu desempenho profissional na comunidade, enquanto enfermeira especialista de reabilitação, que surgiu a necessidade da criação do projeto: “Encontros pela sua saúde: Cuidar do Cuidador”.

A operacionalização deste projeto resulta de uma articulação entre o ACES AVE Famalicão – UCC D. Maria II com a Rede Social de Vila Nova de Famalicão, visando constituir uma estratégia para dar resposta a uma necessidade identificada na população portuguesa e, em particular, no concelho de Vila Nova de Famalicão, tendo como objetivos:

  • apoiar o cuidador informal, privilegiando a sua saúde física, mental e social no acompanhamento à pessoa dependente;
  • identificar, sinalizar e dar suporte a cuidadores informais em situação de vulnerabilidade física, psicológica, económica e social;
  • desenvolver estratégias com o cuidador informal para cuidar da pessoa dependente no seu contexto domiciliário.

Através das comissões sociais inter-freguesias, e de acordo com as necessidades identificadas pelos parceiros em cada comunidade, são agendados encontros, momentos de apoio/suporte, entre um enfermeiro da UCC D. Maria II e os Cuidadores Informais. Estes encontros são divulgados nos boletins paroquiais, nas redes sociais e pessoalmente, quer pelos parceiros da comunidade, quer pelos profissionais da saúde familiar. Não necessitam de pré-inscrição, pelo que todos os interessados, em particular os Cuidadores Informais, podem comparecer no dia e hora divulgada.

O próximo encontro: “Cuidar do Cuidador” realizar-se-á no próximo dia 24 de janeiro, pelas 18h30, na Associação Gerações, em Vila Nova de Famalicão.

Se a realidade de cuidar de alguém o preocupa ou se sente sensibilizado para a mesma, sinta-se convidado a comparecer.

Fonte: 1- https://www.airinformacao.pt/2019/09/22/ha-800-mil-cuidadores-informais-em-portugal-e-estatuto-e-passo-para-a-dignidade/, acedido em 19/11/2019.

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais se podem referir, de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco. Se é uma empresa ou instituição, o seu contributo pode também ter a forma de publicidade.

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

*

Pub

Categorias: Agenda, Sociedade

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Carla Sofia Carvalho Oliveira

Enfermeira Especialista em Enfermagem de Reabilitação, a exercer funções no ACES AVE Famalicão- Unidade de Cuidados da Comunidade D. Maria II desde 2009. Pós-graduada em Bioética. Formadora na área da Saúde. Representante da saúde do ACES AVE Famalicão na Rede Social de V. N. de Famalicão nas comissões sociais inter-freguesias de Gondifelos, Cavalões, Outiz e Louro e Vale do Este.

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.