Património | Universidade do Minho adquire a biblioteca de Manuel António Braga da Cruz

Património | Universidade do Minho adquire a biblioteca de Manuel António Braga da Cruz

 

 

A Universidade do Minho (UMinho) vai celebrar esta sexta-feira, 6 de dezembro, um contrato para a aquisição do espólio bibliográfico pertencente a Afonso Manuel Braga da Cruz. Considerada como “a mais importante biblioteca particular sobre Braga“, recolhida ao longo de várias décadas pelo pai, Manuel António Braga da Cruz (1897-1982), é composta por mais de 20.000 obras, muitas delas raras, fruto de um trabalho de coleção levado a cabo por membros ligados à história da cidade de Braga. A cerimónia de assinatura do contrato acontece às 17h00, no salão nobre do Largo do Paço, em Braga, com a presença do reitor da UMinho, Rui Vieira de Castro, de Afonso Braga da Cruz e do diretor da Biblioteca Pública de Braga, Elísio Maia Araújo.

A biblioteca contém livros, manuscritos, folhetos e fólios de 1528 até à atualidade, incluindo um importante núcleo referente à história da cidade de Braga. Fazem ainda parte do espólio publicações ligadas à literatura, com destaque para a camoniana e camiliana, à história de Portugal, genealogia e heráldica, numismática, arte e azulejaria, matemática, física, química, ciências naturais, agricultura e vinhos.

A biblioteca congrega ainda um leque de publicações referentes ao direito romano, civil, administrativo, penal, comercial e canónico. Monografias de Lisboa, Porto, Coimbra, Guimarães, Barcelos, Gerês e Galiza são outras obras integrantes do espólio, que contempla igualmente bibliografia dedicada à religião, congregando constituições, vários sermões e livros ascéticos, assim como manuais sobre música sacra e profana. Livros sobre as antigas colónias, em especial S. Tomé e Príncipe, revistas dos séculos XIX e XX e vários dicionários são ainda parte integrante deste espólio, que será instalado em duas salas, na zona onde se encontram acondicionadas as coleções particulares da Biblioteca Pública de Braga, no complexo do Largo do Paço.

Manuel António Braga da Cruz, pai de Afonso Manuel Braga da Cruz, nasceu em Tadim, Braga, em 1897. Terminou o liceu em 1915 e formou-se em Matemática em 1919. Casou em 1929 com Alice de Araújo Afonso, de quem teve sete filhos. Cedo optou pelo ensino, tendo sido professor em liceus nos Açores, em Viana do Castelo e, por fim, em Braga, no Liceu Sá de Miranda. Foi um homem de cultura, bibliófilo, apaixonado e possuidor da mais importante biblioteca particular sobre Braga. Insigne bibliófilo e estudioso da história da cidade e da região, faleceu em Braga em 1982.

Fonte: Uminho; Imagem: (0) Uminho, (1) Henrique Regalo

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais se podem referir, de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco. Se é uma empresa ou instituição, o seu contributo pode também ter a forma de publicidade.

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

*

Categories: Agenda, Cultura, Sociedade

About Author

Write a Comment

Only registered users can comment.