Ricardo Rio: “Extraordinário exemplo de requalificação”

Obras Municipais | Centro de Juventude de Braga abre ao público com participantes da Erasmus Student Network

Obras Municipais | Centro de Juventude de Braga abre ao público com participantes da Erasmus Student Network

Pub

 

 

Após trabalhos de preparação, o Centro de Juventude de Braga foi visitado esta manhã de quinta-feira, 7 de novembro, pelo executivo municipal, e está pronto a entrar em funcionamento. Amanhã recebe os primeiros utilizadores, com um grupo de 80 pessoas de vários pontos do País que vão participar numa actividade da Erasmus Student Network (ESN), uma organização apoiada e sustentada pela Comissão Europeia.

O espaço totalmente requalificado, com novas valências, com uma forte aposta na sofisticação tecnológica e pronto a receber todo o tipo de público. Durante uma visita realizada esta quinta-feira, o presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio, classificou o projecto como um “extraordinário exemplo de requalificação“, que se transformou num Centro de Juventude que será “um modelo a seguir” pelas restantes Pousadas da Juventude nacionais.

“Mais do que uma simples Pousada da Juventude, temos aqui um verdadeiro Centro da Juventude. Acredito que muito rapidamente este espaço vai ser considerado um modelo a seguir por outras Pousadas. Trata-se de um projecto verdadeiramente extraordinário de requalificação da antiga Pousada da Juventude e hoje temos aqui um equipamento que, com toda a certeza, será considerada a melhor Pousada da Juventude do País“, considerou Ricardo Rio, lembrando que esta era uma ambição de há muitos anos da cidade de Braga e de toda a região.

Com 26 quartos disponíveis que se adaptam às várias tipologias, o Centro de Juventude de Braga tem capacidade para mais de 100 utilizadores e permite responder às exigências actuais. “O Centro aposta nas novas funcionalidades tecnológicas que permitem criar roteiros e exportá-los directamente para os telemóveis, para que depois os visitantes possam seguir esses percursos e explorar a Cidade de Braga”, explicou Ricardo Rio.

O Centro de Juventude abarca uma série de valências que se complementam e que possibilitam a realização de actividades muito diversificadas para os utilizadores, que vão desde salas de formação, auditório até à componente residencial que irá servir um público muito diferenciado.

“Apesar da designação mais direccionada para a juventude, este Centro está aberto a todo o tipo de público, uma vez que qualquer cidadão pode utilizar os serviços deste espaço. Desde professores da Universidade, investigadores, casais com filhos ou qualquer pessoa que visite a Cidade, tem aqui um excelente espaço uma vez que os quartos são perfeitamente ajustados às necessidades e tipologias de qualquer público”, concluiu o autarca, adiantando que a inauguração oficial está a agendada para o próximo mês de dezembro.

A exploração e dinamização do equipamento é da responsabilidade da InvestBraga, empresa municipal vocacionada para a dinamização económica. Carlos Silva, administrador da InvestBraga, afirmou que este será um espaço dinâmico, vocacionado para todo o tipo de público e, acima de tudo, rentável.

“Todo o mobiliário foi desenhado especificamente para este Centro, de forma a rentabilizar ao máximo todo o espaço existente. Além de querermos que este Centro seja uma Pousada de referência em Portugal, queremos disponibilizar uma oferta diferenciadora que nos permita tirar rentabilidade para continuar a investir no equipamento”, referiu Carlos Silva, destacando a “capacidade de disponibilizar quartos duplos, triplos, quádruplos e com cama extra para responder à procura de todos os públicos”.

O Centro de Juventude de Braga resulta da requalificação do edifício da Pousada de Juventude. As reservas para utilização do espaço, situado na Rua de Santa Margarida, podem ser efectuadas através do email cjb@investbraga.com.

Fonte e Imagem: Município de Braga

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais se podem referir, de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco. Se é uma empresa ou instituição, o seu contributo pode também ter a forma de publicidade.

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

*

Pub

Categorias: Mais recentes

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.