Póvoa de Varzim

Fórum Juvenil | Aires Pereira: Jovens, mobilizem-se por causas e objetivos

Fórum Juvenil | Aires Pereira: Jovens, mobilizem-se por causas e objetivos

Pub

 

 

 

Nos dias 7 e 8 de dezembro, sexta-feira e sábado, realizou-se, na Biblioteca Diana Bar, na Póvoa de Varzim, o Fórum Juvenil “Os Jovens e o Associativismo”, organizado pela Casa da Juventude e pelo Conselho Municipal da Juventude da Póvoa de Varzim.

 

 

A sessão de abertura, na sexta-feira, contou com a presença de Marco Barbosa, Vereador do Pelouro da Juventude da Câmara Municipal da Póvoa de Varzim, Vítor Dias, Diretor Regional do IPDJ, Alcides Cacheira, da ANIMAR – Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Local e Marco Santos, da FAJDP – Federação das Associações Juvenis Distrito Porto e Agência Nacional ERASMUS + JÁ FNAJ.

Além dos debates em torno da juventude, educação não formal e cidadania, o fórum proporcionou a interação dos participantes com diversas entidades parceiras, nomeadamente, a Federação Nacional das Associações Juvenis, a ANIMAR; a Agência Nacional JÁ ERASMUS + e o Instituto Português do Desporto e da Juventude.

Durante dois dias, o Diana Bar acolheu uma mostra associativa, assim como workshops, fóruns e mesas redondas.

A tarde de sábado foi preenchida com momentos de animação que estiveram a cargo da Associação Juvenil Ethos, Pathos, Logos, com teatro, energizer com o Grupo Recreativo de Regufe, e demonstração pela Academia de Kung-fu da Póvoa de Varzim, a que se seguiu a sessão de encerramento do evento que contou com a presença do Presidente da Câmara Municipal da Póvoa de Varzim, Aires Pereira.

O edil começou por manifestar a sua preocupação em perceber se as políticas de juventude adotadas pelo Município correspondem aos desejos e à perspetiva que os jovens têm da cidade onde querem viver, ou seja, perceber se é capaz de interpretar o que a juventude realmente deseja.

Neste sentido, Aires Pereira referiu que se tem conseguido aferir algumas respostas às suas dúvidas nos desafios que o Município lhes vai propondo, nomeadamente, através do Orçamento Participativo Jovem. Assim sendo, o presidente da autarquia explicitou perante os jovens presentes que, ao colocar à sua disposição um determinado valor financeiro, este lhes permite sonhar e contribuir  para a comunidade. Em simultâneo, “o Município pode ajustar a sua máquina poderosa de investimento” aos desígnios da juventude poveira.

A este propósito, lembrou ainda que, nos últimos três anos, inúmeras iniciativas ganharam vida, esclarecendo que “a Câmara Municipal  não tem qualquer influência neste processo pois são os próprios jovens a escolher e votar os projetos”,  concluindo que “esta é uma forma que nós temos de demonstrar a nossa disponibilidade”.

Aires Pereira deseja que os jovens “se continuem a mobilizar por causas e objetivos”, apelando à criatividade e dizendo-lhes que “estou sempre disponível para vos ouvir, para vos sentir e, de alguma forma, corresponder àquilo que vocês desejam que seja a Póvoa de Varzim”.

O autarca transmitiu ainda ter consciência que, “na Área Metropolitana do Porto, em que estamos inseridos, somos um dos concelhos mais jovens e com uma vida associativa ímpar, uma maneira singular de nos entendermos e criarmos sinergias”.

 

Fonte: Município da Póvoa de Varzim

 

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver. 

Vila Nova é generalista, independente, plural e gratuita para os leitores e sempre será. 

No entanto, a Vila Nova tem custos associados à sua manutenção e desenvolvimento na rede. 

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu contributo, ainda que simbólico, sob a forma de transferência bancária:

MB Way: 919983484

Nebanking ou Multibanco:

NiB: 0065 0922 00017890002 91
IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91
BIC/SWIFT: BESZ PT PL

 

Pub

Categorias: Política, Sociedade

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.