Viana do Castelo

Arquitetura | Pavilhão do Atlântico e Valdemar Coutinho vencem Melhor Projeto Público do Prémio Construir 2018

Arquitetura | Pavilhão do Atlântico e Valdemar Coutinho vencem Melhor Projeto Público do Prémio Construir 2018

 

 

 

O Pavilhão do Atlântico, construído integralmente com financiamento da Câmara Municipal de Viana do Castelo, foi um dos vencedores do Prémio Construir 2018 na categoria Melhor Projeto Público. A obra foi projetada pelo gabinete Valdemar Coutinho Arquitetos. O Prémio Construir é um galardão atribuído pela publicação especializada Construir mediante votação pública e reconhece, desde há 11 anos, as melhores empresas e obras nas áreas de Arquitetura, Engenharia, Construção e Imobiliário.

 

 

Na área da Arquitetura, a Valdemar Coutinho Arquitetos foi distinguida com o galardão do “Melhor Projeto Público” pelo projeto do Pavilhão do Atlântico de Viana do Castelo. Recorde-se que, recentemente, também a conceituada revista de design ‘Wallpaper’ destacou o pavilhão como como uma das melhores construções na massa de cimento. Num artigo intitulado “Arquitetura em betão: a nossa seleção dos melhores”, o sítio da conceituada revista afirma que “enquanto Valdemar Coutinho Arquitetos projetou uma ‘imagem brutalista’ usando betão e pedra grampeada cinza-azulada na fachada, os arquitetos refinaram a arquitetura interior para torná-la acessível e humana”. O artigo destaca ainda, no hall de entrada, painéis de azulejos cinzentos que foram desenhados pelo artista Mário Rocha.

O Pavilhão do Atlântico representou um investimento de 1,5 milhões de euros, tendo sido instalado na Avenida do Atlântico, num terreno em gaveto com 1785 metros quadrados entre a Avenida e a Rua Dr. Pedro Barbosa, onde está situada a escola EB 2.3 com o mesmo nome.

O pavilhão foi edificado apenas com financiamento municipal, sendo composto por dois corpos paralelepípedos que integram uma área de jogo e que permite também a prática de basquetebol por ter altura livre de 7.50 metros, contando ainda com uma bancada de 152 lugares sentados. O equipamento inclui vestiários e balneários para 20 atletas cada, vestiários para treinadores e árbitros, primeiros socorros e apoio médico, uma receção, uma cafetaria e áreas técnicas e de arrecadação.

A estrutura desportiva destina-se, em primeiro lugar, a dar apoio à comunidade escolar da EB 2,3 Pedro Barbosa. Já no período do fim de tarde e fins de semana, o Pavilhão do Atlântico dá apoio à comunidade local e às associações desportivas, numa altura em que a dinâmica das associações e clubes do concelho vianense exigem novos espaços para as suas atividades.

Aquando da sua inauguração, em nota de Daniela Carmo, o jornal Público referiu que o projeto “foi pensado numa linguagem dualista: um desenho formal e uma organização funcional. É essa uma das duas características mais importantes, a par do acabamento do pavilhão: “betão aparente e placagem em pedra grampeada cinza-azulada”. Criou-se assim a ligação do edifício ao Oceano Atlântico, também presente no painel de azulejos (…) com alusões a crustáceos e algas das praias da cidade”.

As nomeações são realizadas pela equipa do jornal Construir, com a análise de critérios que passam pelo mérito, técnica, funcionalidade e inovação. O período em análise compreende Janeiro de 2017 a Setembro 2018.

Os vencedores resultam de uma votação realizada pelos leitores do jornal Construir e cuja ponderação de voto é a seguinte: 60% assinantes da edição impressa e digital e 40% subscritores registados no site. As votações decorreram até 13 de novembro e a entrega de prémios realizou-se em 20 de novembro.

A Valdemar Coutinho Arquitectos venceu, com este mesmo projeto, o Prémio Global Awards – Architecture Masterprize na categoria “Recreational Architecture”.

“O Architecture MasterPrize reconhece e premeia os talentos daqueles que ultrapassam fronteiras e estabelecem novos padrões, que transformam o comum em algo verdadeiramente extraordinário e inspiram os outros, hoje e nas próximas gerações.”

 

Fonte: Município de Viana do Castelo, Público e Valdemar Coutinho Arquitetos

Imagens: João Morgado / Valdemar Coutinho Arquitetos

 

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver. 

Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será. 

No entanto, a Vila Nova tem custos associados à manutenção e desenvolvimento na rede. 

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de multibanco ou netbanking.

NiB: 0065 0922 00017890002 91
IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91
BIC/SWIFT: BESZ PT PL

 

Pub

Categorias: Sociedade

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.