30/11 Viana do Castelo

Livros | ‘À Conversa com…’ Alfredo Cunha e Ana Sousa Dias apresenta ‘Retratos’, 48 anos da vida de um país

Livros | ‘À Conversa com…’ Alfredo Cunha e Ana Sousa Dias apresenta ‘Retratos’, 48 anos da vida de um país

 

 

 

No âmbito da iniciativa “À Conversa com…”, a Biblioteca Municipal de Viana do Castelo acolhe, a 30 de novembro, pelas 21h30, o fotógrafo Alfredo Cunha e a jornalista Ana Sousa Dias. Alfredo Cunha e Ana Sousa Dias deslocam-se a Viana do Castelo para apresentar ‘Retratos’, publivado pela Tinta-da-China. Este é “o primeiro grande álbum de retratos de Alfredo Cunha: rostos que contam meio século da vida de um país”.

 

 

O álbum ‘Retratos’ inicia em Amélia Rey Colaço e termina em Zé Pedro, passando por imagens que já fazem parte da história de Portugal, como o icónico retrato de Salgueiro Maia. Alfredo Cunha reúne agora em livro o trabalho de uma vida que é, afinal, de muitas vidas, de muitos rostos, de muitos momentos e protagonistas de um país, num período que vai de 1970 até 2018, prolongando-se por 48 anos, tantos quantos viveu a Ditadura cuja queda fotografou com tal assombro que lhe granjeou reconhecimento global. Ainda assim, na sua modéstia, e depois de todo aquele conjunto de fotos, de entre as quais se destaca a famosa imagem de Salgueiro Maia, Alfredo Cunha confessou em entrevista a Sara Otto Coelho, do Observador: “Acho que não fotografei muito bem o 25 de Abril”.

Segundo refere o Observador, este livro começou a tomar forma há cerca de 18 anos, quando o autor fez ensaios fotográficos dos convidados de um programa de entrevistas de Ana Sousa Dias, “Por Outro Lado”, na RTP2. Recorda Alfredo Cunha: “Comecei a ver que tinha em arquivo muitos retratos de gente que já tinha desaparecido e vi-me perante um acervo que me levou a pensar num livro. Até então, não tinha noção da quantidade de retratos que já tinha feito”.

Por trás da câmara, sabe-se que o repórter anda sempre com um pano amarrotado para montar um cenário em qualquer ocasião, que Cristiano Ronaldo teve de ser contactado por Marcelo Rebelo de Sousa para marcar uma sessão fotográfica, e que foi preciso ver e rever centenas de fotos de um arquivo sem fim — «Encontrei o Mário Viegas, encontrei o Ary, encontrei a Laura Alves!» — para se chegar a um alinhamento possível.

À frente da câmara ficam apenas os retratados, em cada fotografia uma imensa história, e, com todas agora alinhadas em livro, uma história ainda maior.

Alfredo Cunha nasceu em Celorico da Beira em 1953. Começou a carreira profissional ligado à publicidade e fotografia comercial em 1970. Tornou-se colaborador do jornal Notícias da Amadora em 1971. Ingressou nos quadros do jornal O Século e O Século Ilustrado (1972), na Agência Noticiosa Portuguesa —ANOP (1977) e nas agências Notícias de Portugal (1982) e Lusa (1987). Alfredo Cunha foi fotógrafo oficial do Presidente da República António Ramalho Eanes entre 1976 e 1978 e, em 1985, foi designado fotógrafo oficial do Presidente da República Mário Soares, cargo que exerceu até 1996. Editor de fotografia no jornal Público entre 1989 e 1997, integrou também por essa altura o Grupo Edipresse como editor fotográfico. Em 2000, tornou-se fotógrafo da revista Focus. Em 2002, colaborou com Ana Sousa Dias no programa “Por Outro Lado”, da RTP2. Entre 2003 e 2012, foi editor fotográfico do Jornal Ola e diretor de fotografia da agência Global Imagens. Atualmente, trabalha como freelancer e desenvolve vários projetos editoriais.

Alfredo Cunha recebeu diversas distinções e homenagens, destacando-se a Comenda da Ordem do Infante D. Henrique (1995) e as menções honrosas atribuídas no Euro Press Photo 1994 e no Prémio Fotojornalismo Visão BES 2007 e 2008. Realizou várias exposições individuais e coletivas de fotografia e já publicou dezenas de livros de fotografia.

Ana Sousa Dias, jornalista, que apresenta o livro, reforça que os retratos são uma questão fundamental do trabalho do Alfredo Cunha e acredita que o fotógrafo conta histórias através das pessoas. Ana Maria de Oliveira de Sousa Dias iniciou a sua carreira na publicação “Vida Rural”, do grupo “Diário de Notícias”, em 1975, tendo passado pelo Expresso e pelo Público. Estreou-se na televisão, na RTP 2, com o programa de entrevistas “Por Outro Lado”. Realiza também entrevistas na Antena 1.

 

Fonte: Município de Viana do Castelo

 

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver. 

Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será. 

No entanto, a Vila Nova tem custos associados à manutenção e desenvolvimento na rede. 

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de multibanco ou netbanking.

NiB: 0065 0922 00017890002 91
IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91
BIC/SWIFT: BESZ PT PL

 

Pub

Categorias: Agenda, Cultura

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.