Cinema | “Em Lugar Algum”, filme de Inês de Sá Frias e Leandro Martins, vence Ymotion 2018

Cinema | “Em Lugar Algum”, filme de Inês de Sá Frias e Leandro Martins, vence Ymotion 2018

Pub

 

 

 

A curta “Em Lugar Algum” de Inês de Sá Frias e Leandro Martins sobre a vida itinerante de Kety, Mirela e Kevin, três irmãos que fazem parte de uma família circense, foi a grande vencedora da quarta edição do Ymotion. Os vencedores da edição deste ano do Festival de Cinema Jovem de Famalicão, promovido pela Câmara Municipal,  foram conhecidos no passado sábado, dia 10, numa gala que encheu o grande auditório da Casa das Artes e que aplaudiu o talento e a carreira da atriz Lúcia Moniz.

 

 

O filme, produzido pela Escola Superior de Teatro e Cinema, arrecadou o Grande Prémio Joaquim de Almeida da competição, no valor de 2500 euros. Orgulhoso pelo galardão arrecadado, o Diretor de Produção do filme, Luís Magina, realçou a importância do Ymotion. “Não sinto que haja tantas oportunidades e tanto amor pelo cinema e é importante que se mantenha este tipo de iniciativas porque temos que sentir que podemos fazer vida do cinema, sem ser uma coisa não viável ou quase impossível. Fazer cinema e ser cineasta deveria ser algo tão normal como tantas outras profissões”, disse.

Depois de ter recebido mais de uma centena de candidaturas, o Ymotion selecionou 51 curtas para competição e, no final, conta o argumentista e presidente do júri, Tiago R. Santos, a decisão não foi nada fácil. “Tivemos muitos outros projetos que gostamos muito, mas achamos que este filme tem uma série de qualidades que mereciam ser reconhecidas. É um filme cheio de vida e de humanidade, com uma proximidade fantástica com as suas personagens e que leva o espectador para dentro daquele universo”.

Surpreendida com a dinâmica do Ymotion estava também a homenageada da noite, Lúcia Moniz. A atriz agradeceu a homenagem do Município de Famalicão e felicitou a autarquia pela realização do festival. “Este incentivos são fundamentais. Empurram-nos para a frente”, disse.

“The Voyager”, de João Gonzalez, venceu na categoria de “Melhor Curta de Animação” (600 euros); “Terra Amarela”, de Dinis Costa, bisou ao vencer nas categorias “Melhor Elenco” (250 euros) e “Melhor Direção de Fotografia” (250 euros). “Fugiu. Deitou-se. Caí”, de Bruno Carnide, arrecadou o prémio de “Melhor Banda Sonora Original” (250 euros) e “A Choice of Free”, de Filipe Silva, o de “Prémio Escolas Secundárias” (850 euros). O “Prémio do Público” (350 euros) foi para “4760”, de Nuno Loureiro. Nesta categoria foi ainda atribuída uma Menção Honrosa à curta “Odisseias dos Pássaros”, de Fernando Cavaleiro.

 

Fonte: Município de Famalicão

Imagens: (0, 1) Inês de Sá Frias e Leandro Martins, (2, 3) Município de Famalicão

 

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver. 

Vila Nova é generalista, independente, plural e gratuita para os leitores e sempre será. 

No entanto, a Vila Nova tem custos associados à manutenção e desenvolvimento na rede. Só um jornalismo forte pode garantir qualidade no serviço oferecido aos leitores.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu contributo, ainda que simbólico, sob a forma de donativo através de multibanco ou netbanking.

NiB: 0065 0922 00017890002 91
IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91
BIC/SWIFT: BESZ PT PL

 

Pub

Categorias: Cultura

About Author

Write a Comment

Only registered users can comment.