6 a 9/11 Vila Nova de Famalicão

Escolas | ‘O Meu Projeto é Empreendedor’ apresenta e destaca Ensino Profissional de Famalicão

Escolas | ‘O Meu Projeto é Empreendedor’ apresenta e destaca Ensino Profissional de Famalicão

 

 

 

Um sistema automatizado para maximizar a utilização de painéis fotovoltaicos e diminuir os consumos energéticos; um programa para aplicação em lares e casas de saúde que reúne toda a informação de cada um dos utentes; uma mesa que suporta uma rebarbadora e que facilita a realização de trabalhos que envolvam o corte de diversos materiais metálicos; uns cereais de pequeno almoço de bolota e um sistema que permite a invisuais a leitura em braile de documentos ou textos escritos em formato digital.

Estes são alguns dos 10 projetos finalistas do concurso “O Meu Projeto é Empreendedor”, que todos os anos destaca as Provas de Aptidão Profissional mais inovadoras apresentadas pelos alunos do ensino profissional de Vila Nova de Famalicão.

Os projetos finalistas podem ser apreciados a partir desta terça-feira, 6 de novembro, numa mostra que decorre no Centro Cívico de Famalicão e que será visitada pelo Presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, nesta sexta-feira, dia 9, pelas 9h15.

O concurso, promovido pela Rede Famalicão Empreende, pretende fomentar o empreendedorismo nos jovens estudantes e valorizar o ensino profissional no concelho.

No total foram apresentados 21 projetos a concurso relativos ao ano letivo 2017/2018. Os dez finalistas correspondem a ideias desenvolvidas na Didáxis de Vale S. Cosme, Escola Secundária D. Sancho I, INA – Instituto Nun’Alvares, Agrupamento de Escolas Padre Benjamim Salgado, ALFACOOP, FORAVE e OFICINA – Escola Profissional do INA.

Os projetos vencedores serão conhecidos esta sexta-feira, dia 9, pelas 20h00, e os três primeiros classificados serão premiados com 1000, 500 e 250 euros. O grau de inovação, a exequibilidade e o impacto social e/ou económico da ideia são os critérios tidos em conta pelo júri da iniciativa.

 

Fonte: Município de Famalicão

 

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver. A Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será. 

No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais se podem referir, de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco.

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

 

Pub

Categorias: Agenda, Política, Sociedade

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.