Vila Nova de Famalicão

Ensino | JS de Famalicão lança desafio ao Município para mais apoio escolar

Ensino | JS de Famalicão lança desafio ao Município para mais apoio escolar

 

 

Nos últimos anos, apesar da crise que vivemos, temos assistido a uma série de progressos sociais relativamente aos apoios escolares pela parte de todo o tipo entidades responsáveis pela gestão das escolas, sejam eles o Governo ou as autarquias. Alguns deles tiveram mesmo início antes da crise financeira e vieram para ficar, nomeadamente a oferta de manuais escolares, cuja oferta tem vindo a ser progressivamente alargada do 1º Ciclo ao Ensino Secundário.

A Juventude Socialista de Vila Nova de Famalicão, pela voz de Ricardo Dias, líder da sua Concelhia, aplaude o anúncio do Executivo Municipal famalicense por “alargar a oferta dos manuais escolares aos 8º e 9º anos do 3º Ciclo a partir do próximo ano letivo, cumprindo assim uma promessa eleitoral da atual maioria”.

Ricardo Dias e a JS relembram que, neste ano letivo 2018/2019, o Município de Famalicão “apenas oferece os referidos manuais escolares em regime de empréstimo ao 7ºano do 3ºciclo, visto que até ao 6º ano – 1º e 2º ciclos – a oferta de manuais escolares é suportada pelo Estado”. Deve, no entanto, referir-se que a autarquia famalicense oferece os livros de apoio, vulgo livros de fichas.

A JS de V. N. de Famalicão aproveita o momento, ainda de início de ano letivo, e “lança o desafio ao atual Executivo Municipal” de Paula Cunha, constituídos pelos partidos PSD e CDS. Assim, consideram os jovens socialistas que este deve “estender a oferta dos manuais escolares até ao Ensino Secundário”, indo ainda mais longe ao pretender que “esta oferta seja acompanhada também de apoios à aquisição de material escolar indispensável aos estudantes”.

“Acreditamos que uma aposta verdadeiramente forte na educação e na defesa dos jovens famalicenses”, refere Ricardo Dias,  “pode e deve incluir estas medidas de apoio escolar”.

 

Fonte: JS – Famalicão

 

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos. Gostaríamos de poder vir a admitir pelo menos um jornalista a tempo inteiro que dinamizasse a área de reportagem e necessitamos manter e adquirir equipamento. Para além disso, há ainda uma série de outros custos associados à manutenção da Vila Nova na rede.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de multibanco ou netbankimg.

 

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

 

Pub

Categorias: Política

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.