4/10 Dia do Animal, Guimarães

Felis catus | Município e Sociedade Protetora dos Animais articulam política animal com as Juntas de Freguesia

Felis catus | Município e Sociedade Protetora dos Animais articulam política animal com as Juntas de Freguesia

Pub

 

 

As Juntas de Freguesia vimaranenses vão colaborar com o Município de Guimarães e a Sociedade Protetora dos Animais (SPA) em iniciativas de levantamento da situação animal, em especial dos felídeos, bem como de sensibilização e de esclarecimento sobre a política animal do Município. O repto foi lançado esta quinta-feira, 4 de outubro, no âmbito do Dia Mundial do Animal, numa sessão que decorreu no Salão Nobre da Câmara Municipal de Guimarães e incidirá.

 

Neste contexto, será também implementado um plano de ações de informação e sensibilização junto da população para o programa de Captura, Esterilização e Devolução de gatos ao local de origem (CED), ao abrigo da legislação (Lei 27/2016, de 23 de Agosto) que determina a proibição dos abates e promove a esterilização e que acabou de entrar em vigor no mês de setembro.

“Este reforço da parceria com as Juntas de Freguesia é fundamental para dar seguimento ao protocolo de colaboração celebrado entre o Município e a Sociedade Protetora dos Animais de Guimarães. O envolvimento dos Presidentes de Junta é determinante uma vez que serão a ponte para estarmos mais próximos da população”, apontou a vereadora da autarquia de Guimarães.

Em breve serão planeadas ações no terreno e campanhas de informação, na medida em que a temática “é um pouco complexa”, sublinhou Sofia Ferreira, “pois há algumas situações que mexem com a mentalidade das próprias pessoas e importa proceder a essa clarificação”, uma vez expressa a vontade do Município e da Sociedade Protetora dos Animais para desenvolver esse trabalho conjunto, agora com a colaboração das próprias Juntas de Freguesia.

Em representação da SPA, Rosário Pereira, anunciou que o Centro de Recolha Oficial (antigo canil/gatil) passará a estar aberto à comunidade todos os sábados de manhã com a presença de representantes da Sociedade Protetora dos Animais. O propósito é receber as pessoas que pretendam interagir com os animais ou mesmo procederem à sua adoção. No âmbito do programa CED, Rosário Pereira mencionou que a meta passa por “esterilizar o maior de animais em colónias, estando já algumas identificadas na cidade, para que não aumentem de uma forma exponencial”.

Rosário Pereira mostrou-se ainda entusiasmada com a abertura revelada pelos Presidentes de Juntas de Freguesia presentes nesta sessão, na medida em que “é importante despertar a consciência da população para a esterilização das fêmeas” e promover ainda a campanha de adoção de animais.

 

Fonte: Município de Guimarães

 

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos. Gostaríamos de poder vir a admitir pelo menos um jornalista a tempo inteiro que dinamizasse a área de reportagem e necessitamos manter e adquirir equipamento. Para além disso, há ainda uma série de outros custos associados à manutenção da Vila Nova na rede.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de multibanco ou netbankimg.

 

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

 

Pub

Categorias: Política, Sociedade

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.