31/8 a 9/9 Vila Nova de Famalicão

Tradições | 35ª Feira de Artesanato e Gastronomia mantém formato, mas inova na música para a juventude

Tradições | 35ª Feira de Artesanato e Gastronomia mantém formato, mas inova na música para a juventude

Pub

 

 

Ocorrendo depois das feiras de Vila do Conde e Barcelos, a Feira de Artesanato e Gastronomia de Vila Nova de Famalicão, que já vai na sua 35ª edição, é evento de referência entre as mostras de artesanato da região norte, oferecendo aos milhares de visitantes artesanato genuíno e uma gastronomia tradicional e de qualidade, mas também muita animação popular.

Com sabores e saberes ancestrais, a Feira de Artesanato e Gastronomia decorre todos os anos no início de setembro. Encerra assim o habitual período de férias da melhor forma possível, prolongando o sentimento de lazer e fazendo a ponte com os restantes meses do ano.

Em 2018, o evento garante animação diária e constante através da participação de quase três dezenas de artistas musicais, donde se destaca a presença de Augusto Canário & Amigos no dia 4 de setembro. O espetáculo de música popular juntará a tradição das concertinas, cavaquinhos, violões e bandolins à modernidade da bateria e do baixo, com o calor e sabor dos instrumentos de percussão latinos, criando um ambiente vivo, colorido, cheio de ritmo e alegria.

A abrir o evento estará a Banda de Música de Riba de Ave e a Chulada da Ponte Velha de Santo Tirso. Segue-se um fim-de-semana com folclore, concertinas e cantares ao desafio. As noites serão animadas pelas bandas ÚS Sai de Gatas e Fammashow.

A noite de segunda-feira, 3, estará entregue a Helena Fernandes e Banda Jazz e à Banda Medusa. O resto da semana segue ainda com Ronda dos Quatro Caminhos, no dia 5, Charles Band Dickens e Rosamate, no dia 7. Entre estes dois últimos, no dia 6, está aquela que o Município de Famalicão apresenta como uma noite diferente do habitual com o intuito de levar a juventude a desfrutar da Feira de Famalicão. Nessa noite, a animação estará a cargo do rapper Piruka que promete atrair as gerações mais novas até ao recinto da Feira, na noite de 6 de setembro.

Para o presidente da Câmara Municipal, a autarquia “tem tido a preocupação de atrair para ao certame as novas gerações de forma a transmitir-lhes tradições ancestrais do nosso artesanato e da nossa gastronomia. Só através dos mais novos é possível preservar e valorizar este património único e genuíno”.

No segundo fim-de-semana do evento destaque para as tardes de folclore, para o projeto cultural Vozes do Minho, as danças urbanas e para a atuação de Costinha, no sábado, 8, e de Carina Amarante e Patrícia Costa, no domingo, 9, com a grande noite de fado. Todos os espetáculos são de entrada livre.

Refira-se que a Feira de Artesanato e Gastronomia decorre no recinto do antigo campo da feira semana reunindo ao longo dos dez dias mais de 100 artesãos – muitos deles a trabalhar ao vivo – representantes das várias regiões do país e perto de uma dezena de restaurantes e tasquinhas com as iguarias mais tradicionais. Por aqui, há ainda espaço para os produtores que trazem consigo os vinhos, queijos, presuntos e doces mais puros oriundos de todo o país.

 

Pub

Categorias: Agenda, Cultura, LifeStyle

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.