7 a 11/8 Santo Tirso

Cello Music | Paulo Gaio Lima e Marc Coppey em destaque no Festival Internacional de Violoncelo de Santa Cristina

Cello Music | Paulo Gaio Lima e Marc Coppey em destaque no Festival Internacional de Violoncelo de Santa Cristina

 

 

Paulo Gaio Lima e Marc Coppey, dois dos grandes violoncelistas da atualidade, vão marcar presença no Festival Internacional de Violoncelos de Santa Cristina, de 7 a 11 de agosto em Santo Tirso. Durante cinco dias, há seis concertos para ver em diversas salas da cidade, num evento promovido pela Câmara Municipal de Santo Tirso e o Centro Internacional de Música de Santa Cristina. A direção artística é de Maria de Macedo e a direção musical de David Cruz.

 

 

Londres, Berlim, Paris, São Paulo, Seul ou Tóquio são apenas algumas das cidades pelas quais Marc Coppey já passou. No próximo dia 7, estará em Santo Tirso, pelas 21h30, para um concerto inserido no programa do Festival Internacional de Violoncelo de Santa Cristina.

Apaixonado pela música de câmara, Marc Coppey apresenta no seu reportório temas de Maria João Pires, Stephen Kovacechi, Nicholas Angelich, entre outros. O concerto terá lugar na Biblioteca Municipal de Santo Tirso.

Dia 8, será a vez de outro grande violoncelista, desta vez, português. Acompanhado ao piano por Luís Pipa, Paulo Gaio Lima apresentará um concerto de homenagem ao pai, Alberto Gaio Lima, um dos grande professores e violinistas do Porto. Paulo Lima Gaio atuará pelas 21h30, no auditório Eng. Eurico de Melo, depois de já ter participado em diversos festivais de música em Portugal e por todo o mundo.

Nascido no Porto, Paulo Gaio Lima foi aluno de Madalena Costa no Conservatório de Música portuense e, mais tarde, de Maurice Gendron, em no Conservatório Superior de Paris, como bolseiro da Fundação Calouste Gulbenkian e do Ministério da Cultura.

Músico de elevada craveira nacional e internacional, apresenta-se regularmente em festivais de música em Portugal e no resto da Europa, bem como com as orquestras de Moscovo e Xangai, entre outras.

Paulo Gaio Lima é conhecido por se interessar sobremaneira pela música contemporânea. Assim, tem colaborado com diversos agrupamentos, tais como Alternance, Música Nova e Divertimento di Milano. Paulo Gaio Lima apresentou em 1.ª audição obras de Dusapin, Koo, Hersant e Marecos.

O notável músico português foi violoncelo-solo na Orquestra Sinfónica do Reno e na Orquestra Metropolitana de Lisboa. Na área da música de Câmara, fez parte do Quarteto Verdi, de Paris, e, com Aníbal Lima e António Rosado, formou o Artis Trio, com quem ganharia evidente notoriedade, e atuou na Dinamarca, França, Portugal e Itália. Desde 2006 integra o Trio.pt.

Em disco, o violoncelista gravou os Concertos de L. Boccherini, Beethoven (com G. Ribeiro e P. Burmester), Brahms (com G. Ribeiro) e Schumann, assim como obras do reportório camerístico português (Pinho Vargas, C. Carneyro, Joly B. Santos), para a EMI e RCA. A sua actividade pedagógica divide-se entre a Academia Superior de Orquestra da Metropolitana, a Universidades de Évora e a Universidade do Minho. Paulo Gaio Lima realiza ainda cursos de aperfeiçoamento em todo o país, Espanha, França, Brasil, Áustria e Estados Unidos da América.

Composto por seis espetáculos, o Festival Internacional de Violoncelos de Santa Cristina continua a 9 de agosto, na sala de visitas da Quinta de Santa Cristina, onde Maria de Macedo, Hugo Paiva e Filomena Silva conduzem o público num recital com palestra em torno da obra do compositor austríaco Franz Schubert.

Já no dia 10, o palco do festival será o Parque D. Maria II, no qual irão atuar os violoncelistas André Ferreira e Valter Freitas, aos quais se junta o baterista Pedro Silva para um concerto que vai da música clássica ao rock. A entrada é livre e gratuita.

O último dia do festival, 11 de agosto, termina com dois concertos. O primeiro terá lugar na Quinta de Santa Cristina, pelas 12h00, com um concerto dos alunos do Centro Internacional de Música de Santa Cristina, o segundo, pelas 19h30, desenrolar-se-á no auditório Eng. Eurico de Melo, com a atuação dos solistas de Santa Cristina. Ambos têm entrada gratuita.

 

O Festival Internacional de Violoncelos de Santa Cristina conta ainda com um programa paralelo, com palestras e masterclasses orientadas por Marc Coppey, Maria de Macedo e David Cruz.

Os bilhetes para os concertos de 7, 8 e 9 de agosto têm o valor de sete euros, reduzindo para cinco euros no caso de jovens e estudantes. Os restantes concertos têm entrada gratuita.

 

 

Fontes: Município de Santo Tirso; Casa da Música.

Pub

Categorias: Cultura

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.