Universidade do Minho, Braga

Mundo Novo | Fibrenamics, 2 anos de promoção da economia circular

Mundo Novo | Fibrenamics, 2 anos de promoção da economia circular

 

 

O Fibrenamics Green, projeto desenvolvido na Universidade do Minho, tem o propósito de valorizar resíduos, aliando o design e engenharia de produto à criatividade. Dois anos depois de iniciar a sua atividade e um mês após a conclusão da primeira fase do projeto, a Fibrenamics – Plataforma Internacional da Universidade do Minho acaba de fazer o balanço oficial da atividade desenvolvida.

 

 

Os números falam por si. É atualmente superior a 1 centena o número de empresas parceiras desta iniciativa. Estão também envolvidos no projeto mais de uma centena de criativos que vêem em cada resíduo uma oportunidade inspiradora para ser a matéria prima de base para produtos com valor acrescentado. Da conclusão de tal balanço resulta ainda que o projeto Fibrenamics Green atingiu mais de 80 mil pessoas nas suas diversas ações de promoção de modelos de circularidade.

vn online | Fibrenamics Green UMinhoO Fibrenamics Green é uma iniciativa de inovação sustentável que visa a valorização de resíduos provenientes de várias indústrias como fonte de criação de valor para o desenvolvimento de produtos. Desde o lançamento, efetuado há dois anos, tem promovido a economia circular junto do meio empresarial, universidade, indústrias criativas e comunidade científica internacional.

Os produtos e tecnologias desenvolvidas estão já a ser introduzidos no mercado. De uma parceria com a empresa Lousas de Valongo nasceu a SLATETEC, uma unidade industrial piloto que se prepara para valorizar os resíduos produzidos na extração e tratamento da ardósia e que irá criar mais dois postos de trabalho.

Depois desta primeira fase de investigação científica, desenvolvimento tecnológico, promoção e design de novos produtos o Fibrenamics Green prepara-se agora para dar o salto com um upgrade ao seu projeto que será conhecido ainda durante o segundo semestre de 2018.

 

FibrenamicsGreen, Os primeiros 2 anos

 

 

Fonte: Fibrenamics

 

Pub

Categorias: Ciência, Economia

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.