11/7 a 22/8 | Vila Nova de Famalicão

Cinema Paraíso | Cinema ao ar livre regressa mais uma vez pelas mãos do Cineclube de Joane

Cinema Paraíso | Cinema ao ar livre regressa mais uma vez pelas mãos do Cineclube de Joane

Chegado o verão, o tempo aquece. Convida a sair para a rua, bastas vezes em família. Assim, uma noite de cinema ao ar livre é uma alternativa que não deixa de ser interessante e apelativa para os tempos que se avizinham. Em Julho e Agosto de 2018, o Cineclube de Joane apresenta, em parceria com a Casa das Artes de Famalicão, mais uma edição do Cinema Paraíso, a 19ª. A programação é preenchida com cinema destinado ao grande público.

 

 

Tome nota na sua agenda. As sessões iniciam-se a 11 de julho, no Parque da Devesa, em Famalicão, e passam pelas mais diversas freguesias do concelho, nomeadamente Delães, logo no dia 13, e Oliveira São Mateus a 15 de Julho. Depois, as sessões regressam ao Parque da Devesa. Nas anteriores edições, o Cineclube de Joane fez já chegar cinema ao ar livre a mais de 25 freguesias e empreendimentos habitacionais nesta sua campanha itinerante de cinema ao ar livre durante o verão.

O Cinema Paraíso tem financiamento do Município de Vila Nova de Famalicão e do Instituto do Cinema e do Audiovisual.

 

Programa:

11 de Julho – Dunkirk, de Christopher Nolan, no Parque da Devesa – trailer

Três anos decorridos sobre o lançamento de “Interstellar”, Christopher Nolan regressa com um épico de guerra inspirado na Batalha de Dunquerque, em 1940, durante a Segunda Guerra Mundial, episódio em que mais de 300 mil soldados aliados foram evacuados de Dunquerque, em França, quando estavam rodeados pelo exército alemão. Com recurso a poucos diálogos, Dunkirk apresenta uma história não-linear e uma atenção redobrada aos pequenos detalhes. O filme procura mostrar o que aconteceu a partir de três perspetivas diferentes: terra, dar e mar.

13 de Julho  –  Coco (versão portuguesa) de Lee Unkrich,  na Praceta das Lameiras, em Delães – trailer

Miguel procura desesperadamente mostrar o seu talento musical contra a vontade da família. Quando toca a guitarra de seu ídolo, o falecido Ernesto de la Cruz,  desencadeia uma misteriosa cadeia de eventos e vê-se a atravessar a Terra dos Mortos através de uma ponte maravilhosa feita de pétalas de margaridas juntamente com o seu leal cão Dante. Encontra então o adorável trapaceiro Hector. Juntos iniciam uma extraordinária viagem por um mundo colorido e vibrante a fim de descobrirem o segredo por detrás da família de Miguel. “Coco” é descrito pelo realizador Lee Unkrich como uma “carta de amor” ao México. O último filme de Lee Unkrich, que co-realiza “Coco” com o argumentista Adrian Molina, foi o oscarizado “Toy Story 3”, já de 2010.

15 de Julho –  Soldado Milhões, de Gonçalo Galvão Teles e Jorge Paixão da Costa, no Lugar de Quinteiro, junto às Piscinas Municipais de Oliveira S. Mateus – trailer

Como tantos outros portugueses, Aníbal Augusto Milhais foi enviado como soldado para a Flandres, região ‘francesa’ da Bélgica durante a Primeira Grande Guerra. Na madrugada de 9 de Abril de 1918, dezenas de divisões alemãs irromperam pelo setor defendido pela segunda divisão do Corpo Expedicionário Português (CEP). Em poucas horas, naquela que ficaria conhecida como Batalha de La Lys, ter-se-ão perdido as vidas de mais de 7 500 homens. Contrariando ordens superiores e armado apenas com uma metralhadora Lewis, Milhais enfrentou sozinho sucessivas ofensivas alemãs, garantindo a retirada de vários companheiros. No ano em que se assinala o centenário do fim da Primeira Grande Guerra (1914-1918), acompanhamos o percurso do soldado, que “se chamava Milhais, mas valia milhões”, através de vários relatos e de uma intensa pesquisa documental.

18 de Julho – Ferdinando (versão portuguesa), de Carlos Saldanha, no Parque da Devesa

Apesar da sua figura imponente e algo assustadora, o touro Ferdinand tem um coração generoso e sensível. Ao contrário da maioria dos machos da sua espécie, Ferdinand prefere a calma e a tranquilidade da quinta onde vive à adrenalina das corridas de touros tão famosas em Espanha, o seu país-natal. Tudo lhe corre de feição até ao dia em que, por lapso, acaba selecionado para combater nas touradas de Madrid. No lugar para onde é transportado, Ferdinand acaba por fazer grandes amigos, mas em nenhum momento esquece o seu maior objetivo: encontrar uma forma de voltar para Nina, uma menina meiga que é também a sua melhor amiga… Produzido pela Blue Sky Studio e realizado pelo brasileiro Carlos Saldanha (“Idade do Gelo”, “Rio”), este é um filme de animação para toda a família.


1 de Agosto – Black Panther, de Ryan Coogler , no Parque da Devesa – trailer

Além de possuir habilidades obtidas através de um antigo ritual da sua tribo, T’Challa, príncipe do reino de Wakanda, é conhecido pelos sentidos apurados e pela excecional inteligência. Quando, após a morte do pai, regressa a casa como seu sucessor, encontra um país fraturado e o seu reinado ameaçado por Killmonger, seu adversário de longa data. O conflito que se avizinha é de tal dimensão que pode extravasar as fronteiras de Wakanda, com consequências avassaladoras para todo o planeta. A história de T’Challa decorre após os eventos de “Capitão América: Guerra Civil”. Produzido pela Marvel Studios e distribuído pela Walt Disney Studios Motion Pictures, é um filme de acção e aventura que adapta a carismática personagem criada, em 1966, por Stan Lee e Jack Kirby, e tem a assinatura de Ryan Coogler (“Fruitvale Station: A Última Paragem”, “Creed: O Legado de Rocky”).


8 de Agosto – Capitão Cuecas – O Filme (versão portuguesa) de David Soren, no Parque da Devesa – trailer 

George e Harold são amigos inseparáveis desde que se conhecem como gente. Apaixonados por banda desenhada, criam um personagem chamado Capitão Cuecas, um corajoso super-herói possuidor de cuecas elásticas que o tornam capaz de enfrentar os vilões mais aterrorizadores. Na escola, o duo é já conhecido pelas suas diabruras e consequentes idas ao gabinete de Benjamin “Benny” Krupp, o irascível diretor que sente diminuir os seus níveis de paciência a cada dia que passa. Num desses dias, Benny usa a sua última cartada educacional: colocá-los em turmas separadas! Em pânico, George e Harold resolvem hipnotizá-lo e transformam-no num Capitão Cuecas de carne e osso. Com argumento de Nicholas Stoller e realização de David Soren (“Turbo”), esta é uma comédia de animação digital que adapta a banda desenhada homónima criada por Dav Pilkey.

15 de Agosto – Ruth, de António Pinhão Botelho, no Parque da Devesa – trailer

No início, Eusébio da Silva Ferreira foi do Sporting, o de Lourenço Marques (atual Maputo), filial moçambicana do Sporting Clube de Portugal. E os “leões” de Lisboa quiseram-no, mas Eusébio seguiu o seu coração e foi para o Benfica, clube onde se tornaria um dos maiores futebolistas de todos os tempos. Mas, antes de ser o “King” ou o “Pantera Negra”, Eusébio foi “Ruth”, o nome com que aterrou incógnito em Lisboa, aos 17 anos, estratégia que o Benfica utilizou para fintar a concorrência à contratação do jovem craque moçambicano. O filme realizado por António Pinhão Botelho narra esse episódio do início da carreira de Eusébio a partir de um argumento escrito pela sua mãe, Leonor Pinhão. A história, que se desenrola entre Lourenço Marques e Lisboa, é sobre o futebol e sobre um homem, mas também procura ser um fresco do Portugal colonial do início dos anos 1960.

22 de Agosto – Há festa na aldeia, de Jacques Tati, no Parque da Devesa – trailer

Numa pequena aldeia do centro de França é dia de festa: os feirantes chegam à praça com as suas rulotes, carroças, carros, cestas, carrosséis, lotarias, fanfarras. Instala-se um cinema ambulante. É ocasião para os aldeões descobrirem um documentário sobre as proezas dos correios na América. Ridicularizado por toda a aldeia, François, o carteiro, decide aprender a executar o seu trabalho “à americana”.

Obs: O filme será apresentado na sua versão restaurada a preto e branco.

 

Pub

Categorias: Cultura, LifeStyle

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.