17/3 | Pedro Burmester e Mário Laginha, duo de eleição na Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão

17/3 | Pedro Burmester e Mário Laginha, duo de eleição na Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão

Mais uma vez, a Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão apresenta um programa artístico de eleição. Hoje à noite, 17 de março, no auditório famalicense, sobe ao palco um extraordinário duo de pianistas que, apesar de idêntica formação, enveredaram por carreiras estilísticas diferentes: Mário Laginha, no jazz, e Pedro Burmester, no piano clássico.

.

.

Vila Nova Online | Agenda - Burmester e Laginha na Casa das Artes de Vila Nova de FamalicãoUnidos por uma formação musical clássica, Mário Laginha e Pedro Burmester enveredaram por carreiras diferentes – Laginha mais próximo do jazz e cultor da fusão e recriação de múltiplas músicas do mundo, Burmester mais orientado para a interpretação de um repertório clássico nos seus vários formatos, do concerto a solo até atuações com grande suporte orquestral.

Há um pouco mais de 20 anos, os dois pianistas uniram inclinações musicais, experiências e gosto pelo risco, e iniciaram uma colaboração cimentada por uma amizade e grande cumplicidade de que resultou um disco, Duetos, em 1994. Essa primeira gravação conjunta incluía obras de Barber, Copland, Poulenc e Ravel.

Já em 2007, os músicos associaram-se ao malogrado Bernardo Sassetti, com quem gravaram, no Centro Cultural de Belém, o projeto 3Pianos.

O repertório da apresentação do espetáculo desta noite promete. Inclui o novo Concerto para dois pianos, de Mário Laginha, e a Balada nº 1 op.23 de Chopin, na sua abordagem clássica (Pedro Burmester a solo) e na versão de Mário Laginha (a solo) incluída, bem como Chopin, Debussy, Piazzola e Ravel.

Este concerto encontra-se integrado numa mini-tournée, iniciada na Gulbenkian, em Lisboa, mas que passou também já pela Casa da Música e que, para além de Vila Nova de Famalicão, passará ainda por Estarreja e terminará em Viseu. Previamente, os músicos haviam-se apresentado com enorme sucesso no Uruguai, Argentina e Brasil.

.

Pedro Burmester, Por seu turno, é um dos intérpretes eleição entre os pianistas clássicos do panorama nacional. Desde criança considerado um virtuoso no instrumento, para além de intérprete, é atualmente professor na Universidade de Aveiro, na Escola Superior de Música do Porto e na Escola Profissional de Música e Artes do Espetáculo de Espinho.

Natural do Porto, começou a tocar em recitais aos dez anos e, desde então, já realizou mais de mil concertos a solo, com orquestra e em diversas formações de música de câmara e de jazz. Aluno de Helena Sá e Costa, terminou o Curso Superior de Piano do Conservatório do Porto com 20 valores, em 1981. Gravou cerca de uma dezena de discos, principalmente com obras de Bach, Chopin e Schumann.

.

.Mário Laginha gravou pela última vez em 2014. Conta, no entanto, com uma carreira de mais de 20 anos ao longo dos quais foi produzindo discos em nome próprio e colaborando com diversos músicos, tais os já referidos Pedro Burmester e Bernardo Sassetti, mas também, entre outros, Maria João, Carlos Bica e Julian Arguelles.

.

Programa

Astor Piazzolla – Grande Tango
Mário Laginha – Concerto para dois pianos nr. 1

……………………………. Allegro mas nem Sempre
……………………………. Quase sempre Andante
……………………………. Sempre Presto

Frédéric Chopin/Laginha – Balada nr.1 op.23 (Mário Laginha solo)
Frédéric Chopin – Balada nr.1 op.23 (Pedro Burmester solo)
Claude Debussy – Prelude a l’aprés midi d’un faune
Maurice Ravel – La Valse
.

A lotação para o espetáculo encontra-se esgotada.

.

Imagem de destaque: Mário Laginha e Pedro Burmester (Márcia Lessa, em Casa das Artes de Vila Nova de Famalicão).

.

 

Categories: Agenda

About Author

Pedro Costa

Diretor e editor.

Write a Comment

Only registered users can comment.