Jazz com sonoridade global europeia, mas com um toque americano

Sábado, 13, com espírito de Duke Ellington… e WhoTrio no CCVF

Sábado, 13, com espírito de Duke Ellington… e WhoTrio no CCVF

Pub

 

 

Ao terceiro dia de concertos da edição do Guimarães Jazz 2021 – sábado, 13 -, os Who Trio apresentaram-se na matiné; e não, claro que não foi dia de azar. Neste concerto, o trio dedicou o seu tempo a relembrar o mestre Duke Ellington, em versão reduzida – trio – de alguns excertos da sua vastíssima e riquíssima obra que nos legou para a posteridade.

Jazz com sonoridade global europeia, mas com um toque americano, em especial na bateria. A sonoridade «underground» fez jus à contemporaneidade da música apresentada pelo Trio, apesar de composta algumas dezenas de anos lá para trás.

 

Apesar da proposta arrojada, o Who Trio conseguiu arrastar razoável assistência ao pequeno auditório do CCVF. Composta por três músicos de excelência, esta formação é uma das pioneiras do movimento de reconexão espiritual entre o radicalismo formal e a tradição, propondo assim uma terceira via entre o free jazz dos anos setenta e as tendências de fusão dominantes nas décadas de 1980 e 1990.

Na música altamente ressonante deste trio, a matriz original do jazz é invocada de forma expansiva numa constante procura de novos horizontes entre composição e improvisação, balançando permanentemente entre a dimensão individual e a dimensão coletiva do gesto de criação musical. A sua identidade é inseparável do estilo dos seus intérpretes, três músicos com uma abordagem altamente física ao seu instrumento: os suíços Michael Wintsch (piano) e Bänz Oester (contrabaixo), dois nomes importantes da improvisação europeia, e o norte-americano Gerry Hemingway, membro dos BassDrumBone e colaborador, entre muitos outros, de figuras seminais do jazz como Anthony Braxton ou Cecil Taylor.

Michel Wintsch – piano
Gerry Hemingway – bateria
Bänz Oester – contrabaixo

casinohex.com - casino hex - os melhores casinos de portugal - jogos e apostas online

Programa do Guimarães Jazz 2021

Quinta 11 novembro, 19h30
CCVF / Grande Auditório
The Vijay Iyer Trio  
Featuring Linda May Han Oh and Tyshawn Sorey 

Sexta 12 novembro, 19h30
CCVF / Grande Auditório
Miguel Zenón Quartet 

Sábado 13 novembro, 16h00
CCVF / Pequeno Auditório
WHO Trio 

Sábado 13 novembro, 19h30
CCVF / Grande Auditório
Chris Lightcap’s SuperBigmouth 

Domingo 14 novembro, 16h00
CCVF / Grande Auditório
Big Band da ESMAE dirigida por Ryan Cohan 

Domingo 14 novembro, 19h30
CIAJG / Black Box
Projeto Porta-Jazz / Guimarães Jazz 
Inês Malheiro 

Quarta 17 novembro, 19h30
CCVF / Grande Auditório
Niels Klein Trio & Orquestra de Guimarães 

Quinta 18 novembro, 19h30
CCVF / Pequeno Auditório
Projeto Sonoscopia / Guimarães Jazz
Henrique Fernandes e Joana Sá 

Sexta 19 novembro, 19h30
CCVF / Grande Auditório
Black Art Jazz Collective 

Sábado 20 novembro, 16h00
CCVF / Pequeno Auditório
Samuel Blaser & Marc Ducret 

Sábado 20 novembro, 18h30
CCVF / Pequeno Auditório
Ryan Cohan Quintet 

Sábado 20 novembro, 21h30
CCVF / Grande Auditório
Frankfurt Radio Big Band & Melissa Aldana 

Atividades Paralelas

Quinta 11 novembro, 18h00
CCVF / Palácio Vila Flor
Inauguração da Exposição “30 anos Guimarães Jazz” 

11 a 20 novembro
Convívio Associação Cultural 
Exposição “60/30” 

Quinta 11 a Sábado 13 novembro, 22h30-00h30
Convívio Associação Cultural
Jam Sessions 
Ryan Cohan Quintet 

Sábado 13 novembro, 11h00
CCVF / Palácio Vila Flor
Visita Orientada à exposição “30 anos Guimarães Jazz” 
Teresa Arêde 

Domingo 14 novembro, 18h30
CIAJG
Apresentação dos CD’s Porta-Jazz / Guimarães Jazz 2019 e 2020 

Segunda 15 a Sexta 19 novembro, 14h30-17h30
CCVF
Oficinas de Jazz 
Ryan Cohan Quintet 

Quinta 18 a Sábado 20 novembro, 22h30-00h30
CCVF / Café Concerto
Jam Sessions 
Ryan Cohan Quintet 

guimarães jazz 2021 - 30º edição

Guimarães Jazz apresenta alguma da melhor música de alcance global

Imagens: DR

VILA NOVA, o seu diário digital. Conte connosco, nós contamos consigo.

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

VILA NOVA é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a VILA NOVA é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a VILA NOVA tem custos, entre os quais a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a VILA NOVA pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Como contribuir e apoiar a VILA NOVA?

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de mbway, netbanking, multibanco ou paypal.

MBWay: 919983484

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

Paypal: pedrocosta@vilanovaonline.pt

Envie-nos os deus dados e na volta do correio receberá o respetivo recibo para efeitos fiscais ou outros.

Gratos pela sua colaboração.

Pub

Categorias: Cultura, Guimarães, Música

About Author

Write a Comment

Only registered users can comment.