Requalificar imagem, melhorar condições físicas e de segurança do edificado e criar percursos acessíveis para pessoas com mobilidade reduzida

Património | Barcelos adjudica reabilitação dos Paços do Concelho

Património | Barcelos adjudica reabilitação dos Paços do Concelho

Pub

 

 

A Câmara Municipal de Barcelos vai dar início a obras de reabilitação no edifício dos Paços do Concelho. A par da requalificação da imagem arquitetónica do edifício, a empreitada visa o melhoramento das condições físicas do edificado, a criação de percursos acessíveis para pessoas com mobilidade condicionada e a melhoria das condições de segurança contra risco de incêndios.

Em termos mais pormenorizados, será feita a substituição das caixilharias e janelas, com colocação de vidro duplo, de forma a uma melhor eficiência térmica e acústica. Os estores também serão substituídos e as portadas em madeira maciça recuperadas. Serão, ainda, colocadas portas corta-fogo.

A cobertura do auditório municipal em camarinha de cobre será recuperada. Já a cobertura com telha cerâmica será limpa e, em caso de elementos danificados, estes serão substituídos.
As paredes exteriores serão limpas e reparadas. As interiores serão pintadas à cor existente.

No que respeita à acessibilidade de pessoas com mobilidade condicionada, serão criados percursos acessíveis à maioria dos espaços do edifício. Dada a natureza arquitetónica e a dificuldade de ligação entre a ala poente e a nascente, consideraram-se duas entradas acessíveis ao edifício: uma pelo alçado sul, através da rampa de acesso ao Balcão Único, e outra pelo alçado poente, designadamente pelo portão que dá acesso ao claustro, ao auditório e ao elevador principal. Esta entrada irá assegurar o acesso aos três pisos do edifício a pessoas com mobilidade reduzida, designadamente o acesso ao auditório, à secretaria geral, aos recursos humanos, às instalações sanitárias, assim como ao piso superior, onde se localizam salas de reuniões, vereação e presidência.

Sendo o Balcão Único um espaço de acesso ao público em geral, torna-se imperioso criar um acesso universal às instalações sanitárias do edifício, que serão, elas mesmas, renovadas.

Haverá lugar, ainda, a pontuais intervenções nos equipamentos de ar condicionado e sistema de ventilação, na iluminação e no abastecimento de água.

Situado em pleno centro histórico da cidade de Barcelos, o edifício da Câmara Municipal está inserido em Zona Especial de Proteção (ZEP) da Igreja Matriz, Paço Condal, Pelourinho, Solar dos Pinheiros e Ponte Medieval.

A empreitada foi adjudicada por um valor de 931.740,00€ (IVA incluído), cofinanciada em 747.150,00€, e com um prazo de execução de 365 dias.



Imagem: TeP

 

**

*

VILA NOVA, o seu diário digital

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Como contribuir e apoiar a VILA NOVA?

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco (preferencial) ou mbway.

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

MBWay: 919983484

*

Obs: envie-nos os deus dados e na volta do correio receberá o respetivo recibo para efeitos fiscais ou outros.

*

Gratos pela sua colaboração.

*

Pub

Categorias: Sociedade

About Author

Write a Comment

Only registered users can comment.