Reconhecimento | Coronel Agostinho Cruz, da GNR, vê ser-lhe atribuída a categoria de Cidadão Honorário de Viana do Castelo

Reconhecimento | Coronel Agostinho Cruz, da GNR, vê ser-lhe atribuída a categoria de Cidadão Honorário de Viana do Castelo

Pub

 

 

No último dia de serviço no Comando Territorial de Viana do Castelo da Guarda Nacional Republicana, o Coronel Agostinho Cruz foi distinguido com o título de Cidadão Honorário do Município de Viana do Castelo.

José Maria Costa, o Presidente da Câmara Municipal vianesa, entregou a condecoração ao Comandante Territorial pelos notáveis serviços de cidadania e relevantes serviços prestados e como forma de reconhecimento pelo trabalho desenvolvido pela Guarda Nacional Republicana no âmbito da sua missão e diversas áreas de intervenção, bem como pela forma como organizou as comemorações do centenário da GNR.

D. Anacleto Oliveira e D. José Pedreira serão também agraciados com semelhante condecoração

O executivo municipal aprovou, ontem, atribuir também o título de Cidadão Honorário, a título póstumo, a D. Anacleto Oliveira, pelos notáveis serviços de cidadania e relevantes serviços prestados ao concelho e diocese de Viana do Castelo enquanto Bispo. Foi igualmente aprovada a atribuição do título de Cidadão Honorário a D. José Pedreira, a título póstumo, pelos notáveis serviços de cidadania e relevantes serviços prestados ao concelho e diocese vianenses enquanto Bispo.

Vila de Punhe tem também a sua Instituição de Mérito

O Município vai também distinguir o Grupo Desportivo de Vila de Punhe com o título honorífico de Instituição de Mérito, pelos relevantes serviços prestados ao desporto vianense e à formação de crianças e jovens ao longo dos 25 anos de existência da coletividade.

 

Imagem: Município de Viana do Castelo

**

*

VILA NOVA, o seu diário digital

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Como contribuir e apoiar a VILA NOVA?

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco (preferencial), mbway ou paypal.

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

MBWay: 919983484

*

Obs: envie-nos os deus dados e na volta do correio receberá o respetivo recibo para efeitos fiscais ou outros.

*

Gratos pela sua colaboração.

*

Pub

Categorias: Sociedade

Acerca do Autor

Comente este artigo

Only registered users can comment.