Transformar o Conde Dom Pedro Afonso numa referência cultural

História | Pedro de Barcelos e a identidade cultural do Norte de Portugal expostas em Lamego

História | Pedro de Barcelos e a identidade cultural do Norte de Portugal expostas em Lamego

Pub

 

 

Lamego acolhe, até 23 de novembro, o projeto “Da memória escrita à leitura do espaço: Pedro de Barcelos e a identidade cultural do Norte de Portugal” (MELE), desta forma abrindo portas à conceção e realização de diversas iniciativas no âmbito da cultura e da educação para a cidadania e dos valores, nomeadamente a reedição do “Livro de Linhagens do Conde D. Pedro“, “extremamente necessária dada a desatualização da edição de José Mattoso (1980) face aos estudos filológicos da obra nas últimas quatro décadas”, conforme salienta o estudioso medievalista José Luís Pinto Fernandes. Na mente do Município esteve presente o objetivo de transformar o Conde Dom Pedro Afonso numa referência cultural “que orgulhe todos os Lalinenses e Lamecenses”.

A primeira ação que pretende chamar a atenção para a importância histórica desta figura é a exposiçãoVida e Obra de Dom Pedro Afonso, Conde de Barcelos e Senhor de Lalim“, patente ao público na Galeria do Solar da Porta dos Figos que circulará depois, em regime de itinerância, pelas escolas da região. A apresentação pública deste projeto decorreu no final de outubro, no Salão Nobre dos Paços do Concelho de Lamego, com a presença de Maria do Rosário Ferreira, coordenadora e investigadora principal de dois projetos sobre a obra de Dom Pedro, financiados pela Fundação para a Ciência e Tecnologia, e de José Carlos Miranda, professor universitário que se dedica ao estudo da produção literária na Idade Média.

Filho do rei D. Dinis, Dom Pedro Afonso escolheu Lalim, no concelho de Lamego, como local de residência durante mais de 30 anos, apesar de ter sido feito Conde de Barcelos. Foi em Lalim que engendrou e realizou a parte mais copiosa da sua obra, nomeadamente o famoso “Livro das Cantigas“, tendo-se feito sepultar, ali bem perto, em S. João de Tarouca.

D. Pedro Afonso, Conde de Barcelos, é uma das figuras mais importantes do século XIV hispânico. Foi um estudioso, um congregador de saberes e um organizador da escrita. A combinação entre a herança cultural que recebeu e o que é da sua autoria constitui, simultaneamente, a característica mais saliente da sua vasta obra e também a chave para o seu entendimento.

Fontes: Município de Lamego, Seminário Medieval de Literatura, Pensamento e Sociedade, Repensando a Idade Média; Imagens: (0, 1, 2) Seminário Medieval de Literatura, Pensamento e Sociedade, (3) Município de Lamego

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais se podem referir, de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco. Se é uma empresa ou instituição, o seu contributo pode também ter a forma de publicidade.

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

*

Pub

Categorias: Agenda, Cultura

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.