Vitor Alves: Empresa quer marcar presença no mundo

Negócios | Na Crafil acontece inovação em linhas têxteis para denim

Negócios | Na Crafil acontece inovação em linhas têxteis para denim

Pub

 

 

O segmento denim é o tabuleiro onde a Crafil, de Oliveira S. Mateus, Vila Nova de Famalicão, assenta todo o seu jogo. Nele tem desenrolado toda a estratégia comercial e apresentado as melhores e mais inovadoras soluções de linhas têxteis para denim, em que é líder de mercado, seja ao nível das matérias-primas, dos processos de tingimento ou até de acabamentos especiais.

A empresa famalicense disponibiliza soluções que aliam a inovação à diferenciação e à moda. De resto, a aproximação ao universo dos designers de marcas conceituadas tem vindo a crescer e é uma aposta para continuar. O mesmo acontecendo com o investimento no desenvolvimento de novos produtos. “Somos cada vez mais contactados pelas nossas inovações do que pelo preço. Esta é já a nossa imagem de marca no mercado nacional e internacional”, revela o diretor de vendas, Vitor Alves.

A Crafil iniciou a sua atividade em 2004 e faz parte da geração de empresas que continua a acreditar no futuro da indústria têxtil portuguesa, “fruto de uma mentalidade jovem e enérgica que quer marcar presença no mundo”.

Com 15 anos de história e 16 colaboradores, exporta 65% do que produz, essencialmente para a Tunísia, Marrocos, Turquia e Paquistão, e tem em curso um ambicioso plano de internacionalização, desenhado para incrementar as vendas. “A nossa aposta forte tem sido a presença assídua em feiras da especialidade onde apresentámos produtos que suscitam o interesse do cliente premium”, sublinha Vitor Alves, adiantando que, em 2018, a empresa de Oliveira S. Mateus atingiu um volume de negócios na ordem dos 2,3 milhões de euros.

Ao mesmo tempo, os investimentos não cessam. Depois da construção de uma nova unidade industrial, em 2018, a Crafil investiu, no início deste ano, na aquisição de um programa de gestão de stocks e de uma novo equipamento  de etiquetar os cones. Em breve vão chegar também novas máquinas de bobinar de última geração.

Fonte e Imagens: Famalicão MadeIN

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais se podem referir, de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de mbway, netbanking ou multibanco. Se é uma empresa ou instituição, o seu contributo pode também ter a forma de publicidade.

MBWay: 919983484

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

*

Pub

Categorias: Economia

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.