Objetivo da autarquia passa pela afirmação do território e da dinâmica económica bracarense

Parcerias | Braga e Lausanne (Suiça) estabelecem laços de cooperação

Parcerias | Braga e Lausanne (Suiça) estabelecem laços de cooperação

Pub

 

“Foram fatores pessoais, institucionais, científicos, económicos e desportivos que impulsionaram o estabelecimento de um novo patamar de cooperação entre as cidades de Braga e Lausanne, para o qual auguramos um enorme sucesso no futuro próximo”, assim Ricardo Rio, Presidente da Câmara Municipal de Braga, explicou a abertura das duas importantes cidades de Portugal e da Suíça para a implementação de projetos futuros conjuntos, tendentes a afirmar ambos os territórios entre os espaços mais inovadores no contexto europeu.

 

 

As declarações de Ricardo Rio foram produzidas após um encontro com o seu homólogo de Lausanne, Grégoire Junod, na qual participaram também a Presidente da Câmara de Comércio de Indústria e Serviços Suíça-Portugal, Marina-Prévost Mürier, e o Diretor Executivo para a Inovação do INL – Laboratório Internacional de Nanotecnologia, Gary Heath.

No Cantão de Vaud, que integra a cidade de Lausanne, a comunidade portuguesa representa quase 13% da população, entre os quais muitos cidadãos com fortes ligações a Braga e a esta Região.

Por sua vez, o INL tem em curso diversos projetos de parceria com a prestigiada EPFL – Escola Politécnica Federal de Lausanne, uma das instituições de ensino superior mais prestigiadas à escala global nas áreas das ciências e da tecnologia, com uma comunidade académica que agrega mais de 120 nacionalidades.

Um exemplo destas parcerias foi o acordo recentemente celebrado entre o INL e a empresa suíça IPROVA que passou a juntar Braga (e o INL) às suas anteriores localizações em Londres, Cambridge, Califórnia e Tóquio, desde o passado mês de Julho, com visto ao desenvolvimento de projetos na área da inteligência artificial e “machine-learning”.

O objetivo do INL e da Câmara Municipal de Braga é alargar este tipo de parcerias a outras empresas e startups suíças, trazendo também fundos de capital de risco para investir em startups de Braga ou do ecossistema da Startup Braga.

Na conversa entre Rio e Junod ficou também assumido o empenho de ambos em estabelecer ligações entre o polo de inovação de Lausanne na área do desporto, para que muito contribui o seu estatuto de cidade-sede do Comité Olímpico Internacional e de diversas Federações, com projetos de empreendedorismo na área do deporto e saúde a desenvolver na cidade de Braga.

Nesta deslocação a Lausanne, Ricardo Rio teve também oportunidade de contatar com diversos membros da comunidade portuguesa, entre os quais os luso-eleitos Sandra Pernet e José Martinho.

A breve trecho, a visita será retribuída por diversos responsáveis do Município de Lausanne e da EPFL a Braga.

Braga participa na Feira de Negócios e Tursimo ‘Comptoir Helvetique’

Entretanto, Braga está também a participar na Comptoir Helvetique, uma prestigiada feira de negócios e turismo, que se realiza de 13 a 22 de setembro, em Lausanne, na Suíça. Portugal é o país convidado desta edição e o seu pavilhão foi organizado pela Câmara de Comércio de Indústria e Serviços Suíça-Portugal que convidou o município de Braga a estar presente com um espaço próprio.

Ricardo Rio foi um dos convidados da inauguração, tendo destacado que “a Suíça é um país muito interessante para a nossa cidade em várias dimensões e foi esse o motivo que nos levou a participar nesta relevante feira de turismo e negócios “. Além da grande comunidade portuguesa que reside na Suíça, e particularmente nesta região francófona, é de destacar o seu potencial económico e tecnológico, que pode ser de grande importância para o nosso país e que motivou esta visita de dois dias do autarca bracarense a Lausanne, que foi acompanhado por Gary Heath, Diretor Executivo para a Inovação do INL.

A participação de Braga nesta feira tem dois importantes objetivos tendo em vista a promoção da cidade como centro atrativo para a captação de investimento. De um lado, a autarquia pretende divulgar toda a oferta turística que a cidade tem para oferecer, numa altura em que “Braga vive um momento de grande euforia, com dois acontecimentos de grande impulso turístico: o mais relevante, a elevação do Bom Jesus a Património da Humanidade da UNESCO, mas também a escolha como Segundo Melhor Destino Turístico Europeu”, realçou Ricardo Rio. De outro lado, divulgar a dinâmica económica da região.

“Além de toda a informação sobre as vantagens económicas que temos para oferecer através da Invest Braga e Startup Braga, temos também um espaço do INL, pois é importante demonstrar todo o potencial tecnológico da cidade. Aliás, o INL tem sido fundamental neste início de relações com a Suíça e a sua presença nesta feira vai reforçar esta dinâmica que está a ser criada. Braga representa o Portugal de futuro, que é moderno, empreendedor, inovador e tecnológico e é isso que estamos a aqui promover em Lausanne”, destacou o autarca bracarense. Ricardo Rio disse ainda que a participação nesta feira inclui-se num esforço mais vasto, pois “estamos a criar uma relação especial entre Braga e Lausanne e esta presença aqui vai reforçar as nossas intenções”.

Nesta feira está também presente uma empresa de Braga, a A-Touch, empresa da área da segurança e tecnologia do Grupo Bernardo da Costa, que tem um espaço de exposição próprio e que está a apostar no mercado suíço.

Nesta inauguração participaram ainda o Embaixador de Portugal na Suica, António Ricoca Freire, bem como diversas autoridades Suíças, como o ministro das Finanças do Cantão de Vaud, Pascal Brollis, do presidente da Câmara Municipal de Lausanne, Gregoire Junod, da deputada federal Ada Marra ou da presidente da Câmara de Comércio e Indústria e Serviços Suíça-Portugal, Marina Prevost.

Fonte: Município de Braga; Imagens: (0, 3) Município de Braga, (1) Comptoir Helvétique, (2) A-Touch

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

A Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos associados à manutenção e desenvolvimento na rede.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de transferência bancária.

MB Way: 919983484

Netbanking ou Multibanco:

NiB: 0065 0922 00017890002 91
IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91
BIC/SWIFT: BESZ PT PL

*

Pub

Categorias: Economia, Política

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.