Projeto d’ A Casa Ao Lado com apoio do Município envolve 120 jovens

Famalicão | Urban Youth perpetua memória coletiva através da arte

Famalicão | Urban Youth perpetua memória coletiva através da arte

Pub

 

 

 

Mais de 100 jovens, dos 12 aos 35 anos, andam por diversas freguesias de Vila Nova de Famalicão a pintar murais que contam as histórias populares, as tradições e as lendas identitárias de cada localidade. Através do Urban Youth – o projeto de intervenção artística urbana promovido pelo município em conjunto com A Casa ao Lado – os jovens reabilitam e embelezam os espaços públicos, estudando e revelando factos e narrativas da memória coletiva.

 

 

Foi assim que aconteceu na freguesia de Gavião, cujo mural com cerca de 30 metros de cumprimento e três metros de altura está localizado no Parque das Ribeiras e foi visitado na passada quarta-feira pelo presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha.

Na parede, 16 jovens desenharam e pintaram a imagem da águia Gavião, assim como a imagem do nascimento de uma árvore e do seu crescimento como que a proteger a população da Freguesia. A imagem da árvore surgiu de uma lenda que foi descoberta pelos jovens e que relatava que uma árvore de grande porte que não passava despercebida a ninguém era o marco da Freguesia.

Um dos jovens envolvidos no projeto, Gonçalo Lopes, afirmou que este “é um projeto muito interessante que permite conhecer mais e melhor as freguesias de Famalicão”. Paulo Cunha considera ainda que esta é uma ação “que permite levar a várias comunidades referências identitárias sob a forma de pinturas ou gravuras em espaços centrais frequentados por pessoas, perpetuando uma identidade e uma memória coletiva”. O autarca mostrou-se surpreendido pelo resultado e pelo processo, sobretudo pela forma como conseguiram pôr o imaterial – a história da freguesia – num suporte físico e num espaço que é importante para a comunidade.

Para o diretor artístico de A Casa ao Lado, Ricardo Miranda, “não é só o ato de pintar, é o ato de conhecimento da história de cada local e o ato de se relacionar”. Para o responsável este projeto representa “um espaço de encontro e de trabalho em conjunto que proporciona aos jovens envolvidos a oportunidade de ficarem a conhecer melhor o território do concelho”. Também o presidente da Junta de Freguesia de Gavião, António Brandão, destacou o envolvimento dos jovens e mostrou-se satisfeito com o resultado que “representa bem a história da freguesia”.

Refira-se que desde 2016, já foram criados oito murais nas freguesias do concelho. Neste momento estão em execução os murais de Mogege, Louro/Mouquim e Vale S. Cosme.
O projeto Urban Youth é desenvolvido através do pelouro da Juventude do município e tem como objetivo promover o encontro e diálogo entre jovens dos 12 aos 35 anos, no sentido de reforçar a coesão social e territorial através da arte. No sentido de promover a atividade artística como instrumento de desenvolvimento económico, social e cultural, o projeto Urban Youth pretende ainda proceder à valorização de espaços urbanos através de intervenções artísticas como grafite e pintura.

 

Imagens: Município de Famalicão

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos associados à manutenção e desenvolvimento na rede.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de transferência bancária.

MB Way: 919983484

Netbanking ou Multibanco:

NiB: 0065 0922 00017890002 91
IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91
BIC/SWIFT: BESZ PT PL

*

Pub

Categorias: Arte, Local, Sociedade

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.