Vila Nova de Famalicão

Património | ‘Andorinha’ vai ser restaurada

Património | ‘Andorinha’ vai ser restaurada

Pub

 

 

A ‘Andorinha‘, a mais antiga locomotiva a vapor portuguesa e mais antiga na Península Ibérica, que integra o espólio do Museu Nacional  Ferroviário que se encontra em Vila Nova de Famalicão, vai ser alvo de uma intervenção profunda de restauro, estando assim assegurada a salvaguarda deste importante património nacional.

 

 

Símbolo do transporte ferroviário em Portugal, a ‘Andorinha’ encontra-se parqueada em Nine desde o ano de 2002, altura em que foi retirada da antiga secção museológica de Braga, onde esteve guardada desde 1977, vai viajar até às instalações do Museu Nacional Ferroviário, onde irá beneficiar de um processo de recuperação e restauro a efetuar pelos técnicos competentes, num processo coordenado pela Fundação do Museu Nacional Ferroviário.

Preservar enquanto é tempo

Com o objetivo de preservar este singular exemplar do património ferroviário nacional, a Fundação do Museu Nacional Ferroviário, a Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão e a Junta de Freguesia de Nine acordaram uma posição conjunta, que vai permitir a realização de uma intervenção de restauro há muito aguardada e que só agora se vai concretizar.

Antes disso, porém, a ‘Andorinha’ irá integrar a “Automobilia”, um evento nacional que decorre em Aveiro, de 17 a 19 de maio, e que se destaca pela promoção, divulgação e preservação histórica dos meios de transporte, nas suas diferentes vertentes (rodoviários, ferroviários aéreos e marítimos). A presença da locomotiva na exposição surge no âmbito do processo da sua deslocalização até ao Entroncamento.

Entretanto, ficou já acordado entre as partes envolvidas que após o restauro, a ‘Andorinha’ regressará de novo a Vila Nova de Famalicão, ficando guardada e exposta para visita no Museu Ferroviário de Lousado, num novo espaço a ser criado e com temática também alusiva à freguesia de Nine, nomeadamente no contexto da ferrovia.

A vida da Andorinha

Recorde-se que a ‘Andorinha’ foi fabricada, em Inglaterra, no ano de 1856 por William Fairbaim&Sons, e adquirida em 1857 num lote de quatro locomotivas destinadas ao caminho-de-ferro do Leste (Lisboa-Elvas), teve entre outras funções, assegurar os primeiros serviços rápidos de Lisboa – Santa Apolónia a Vila Nova de Gaia e o apoio na construção das linhas do Minho e do Douro, tratando-se assim de um símbolo nacional, regional e local. A ‘Andorinha’ exerceu as suas funções durante mais de 100 anos.

 

Imagens: (0) PPM-Braga, (1) Município de Famalicão

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais se podem referir, de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de mbway, netbanking ou multibanco. Se é uma empresa ou instituição, o seu contributo pode também ter a forma de publicidade.

MBWay: 919983484

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

*

Pub

Categorias: Cultura, Política

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.