Braga

Europa | Em ‘Dia da Europa’, Braga fica no mapa como sendo o espelho de um futuro mais rico e solidário

Europa | Em ‘Dia da Europa’, Braga fica no mapa como sendo o espelho de um futuro mais rico e solidário

Pub

 

 

O presidente do Município de Braga, Ricardo Rio, espera que a futura agenda da União Europeia dê maior relevância às políticas urbanas. “Uma Europa que tenha cidades mais fortes, mais capacitadas, será, certamente, uma Europa mais rica e mais solidária”, afirmou Ricardo Rio na cerimónia comemorativa do Dia da Europa, que se realizou esta quinta-feira, 9 de maio, no Theatro Circo, em Braga, e que contou com a presença do Comissário Europeu Carlos Moedas e do Secretário de Estado Adjunto e da Modernização Administrativa, Luís Goes Pinheiro.

 

 

“Uma Europa que tenha cidades mais fortes, mais capacitadas, será, certamente, uma Europa mais rica e mais solidária”, afirmou o autarca bracarense, na presença do Comissário Europeu Carlos Moedas e do Secretário de Estado Adjunto e da Modernização Administrativa, Luís Goes Pinheiro. Ricardo Rio, em apoio dessa ideia, Ricardo Rio reforçou que as cidades devem ser “agentes catalisadores do desenvolvimento europeu e de mediação entre os cidadãos e a União Europeia”.

O comissário europeu Carlos Moedas, que se deslocou a Braga para participar no Dia da Europa, considera que a cidade é hoje “o espelho de uma Europa de futuro”, destaca o Diário do Minho de entre as suas declarações proferidas no Theatro Circo.

«De há alguns anos a esta parte (…), vi poucas cidades evoluir tanto como Braga em todos os aspetos. Braga tem o melhor laboratório de nanotecnologia da Europa, o INL; a Universidade do Minho e outros centros do saber, tem a Escola de Saúde da UMinho; tem aquilo que chamamos os cinco mini-Prémios Nobel, pessoas que receberam bolsas de estudo, entre outros aspetos», enumerou Carlos Moedas.

Ricardo Rio salientou que Braga “corporiza muitos dos vetores que devem marcar o presente e o futuro da Europa”, sublinhando o potencial inovador de Braga que, depois de ter sido Capital Europeia da Juventude em 2012, Capital Ibero-Americana da Juventude em 2016 e Cidade Europeia do Desporto em 2018, quer ser eleita Capital Europeia da Cultura em 2027.

“Quem bom seria que a Europa fosse mais Bracarense e pudesse replicar aquilo que hoje é a realidade da nossa cidade, não apenas na energia do seu crescimento económico, na sua capacidade inovadora, mas pela sua aposta na cultura, na valorização do património, na solidariedade e no apoio aos que mais precisam”, afirmou o autarca.

As comemorações do Dia da Europa incluíram, ao longo do dia, diversos eventos co-organizados pela Comissão Europeia em Portugal, pelo Gabinete do Parlamento Europeu em Portugal, pelo Banco Europeu de Investimento e pela Câmara Municipal de Braga, nomeadamente o ‘Festival Política, que decorreu no Gnration.

A par da cerimónia realizada no Theatro Circo, o dia ficou marcado pela visita ao Centro de Inovação Social de Braga – ‘Human Power Hub’, instalado no Edifício do Castelo.

Com este centro, co-financiado pelo Portugal 2020, o Município de Braga lança um espaço vocacionado para o empreendedorismo, capaz de acolher redes colaborativas e de impulsionar projetos especificamente dedicados ao empreendedorismo e inovação urbana, social e cultural. “Estamos a criar condições para que Braga marque a diferença no estímulo à concretização de projectos com impacto no território, pois temos a consciência clara que os velhos problemas necessitam de novas soluções”, referiu Ricardo Rio.

As comemorações arrancaram com uma acção de rua que visou a sensibilização para o voto nas Eleições Europeias de 26 de Maio. No gnration, o Comissário Europeu Carlos Moedas participou no arranque do Festival Política, que decorre até este Sábado, com uma conversa sobre a temática europeia.

Seguiu-se a inauguração da instalação ‘Free Entrance’, da autoria de Pedro Pires, junto ao monumento a João Paulo II, na Avenida Central.  Inspirado pelo livro “Handbook of tirany” de Theo Deutinger, este projecto pretende confrontar o público com uma escultura feita de gradeamentos e de dois torniquetes verticais, que os convida a entrar num pequeno espaço através de dois torniquetes, que giram para ambos os lados.

As comemorações encerram esta noite com um concerto solidário com Rui Veloso, no Altice Forum Braga, cujas receitas revertem para a Juventude da Cruz Vermelha de Braga.

 

Imagens: Município de Braga

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais se podem referir, de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de mbway, netbanking ou multibanco.

MBWay: 919983484

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

*

Pub

Categorias: Política

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.