Braga

OP 2019 | Até 4 de novembro decorre a 2ª fase de votação do Orçamento Participativo de Braga

OP 2019 | Até 4 de novembro decorre a 2ª fase de votação do Orçamento Participativo de Braga

Pub

 

 

Já está a decorrer a segunda fase de votação dos projetos do Orçamento Participativo (OP) do Município de Braga. Em votação estão agora 29 propostas escolhidas por 7.921 Bracarenses que votaram na primeira fase.

 

 

Nesta segunda fase de votação, que decorre até 4 de Novembro, os cidadãos podem apenas escolher um dos 29 projetos apurados. Recorde-se que a votação é feita no portal do Orçamento Participativo. A fase de registos para esta segunda fase de votação decorre até 31 de outubro. Os utilizadores que já se encontram registados não necessitam de se inscrever novamente.

Na área da ‘Cultura e Património (material e imaterial)’ estão em votação 5 projetos: Igreja Matriz Velha de Lomar (Lomar e Arcos); Monumento Procissão da Burrinha (S. Victor); Casa do Associativismo (Vilaça e Fradelos); Centro Etnográfico e Desenvolvimento Cultural de Mire de Tibães (Mire de Tibães); Ópera juvenil “Eram tudo memórias de alegria”;

Na área ‘Desporto, Saúde e Bem-Estar’ incluem-se também 5 propostas: Implementação de outras valências no rocódromo de escalada (Gualtar); Requalificação dos Balneários do Ringue de Padim da Graça’; Formação de Jovens Talentos (Adaúfe); Cobertura de ringue desportivo de Oliveira (Guisande e Oliveira S. Pedro); (Re)Tradição;

Em ‘Ecologia, Ambiente e Energia’ são apresentadas quatro propostas: Observatório Solar de Braga (Gualtar); Festival Braga Sounds Better (S. José de S. Lázaro e S. João do Souto); ‘Para uma Quinta Pedagógica realmente pedagógica’; Projecto ACER – Análise, Captura, Esterilização e Restituição.

Na área de ‘Equipamentos e Espaços Públicos’ estão cinco projectos: Requalificação da zona envolvente da Fonte de Aires (Padim da Graça); Praia Urbana (S. Victor); FUN FOR ALL – Parque Infantil Inclusivo (S. Victor); Reabilitação da Escola do Padrão (Tadim); APPACDM – Vamos dar Cobertura a este Projecto (Gualtar).

Em ‘Solidariedade e Coesão Social’ incluem-se cinco propostas: Idade Maior Braga Oeste (Sequeira); Acolher Melhor (Nogueira, Fraião e Lamaçães); ‘Braga Social Connection’; Centro Comunitário para as Artes e Tecnologias (Gualtar); Dar asas para voar (S. José de S. Lázaro e S. João do Souto);

Na área ‘Trânsito, Mobilidade, Acessibilidades e Segurança Rodoviária’ vão a votação três projectos: Rotunda na Av. Robert Smitt (Nogueira, Fraião e Lamaçães); Criação do Dístico Verde Auto (Maximinos Sé e Cividade); Estudo para conclusão do anel ferroviário no Minho (Guimarães-Braga-Barcelos) (Maximinos, Sé e Cividade).

Por fim, na área ‘Turismo, Comércio e Promoção Económica’ encontram-se em votação duas propostas: Centro Interpretativo dos Abades de Priscos; Voar mais alto (Palmeira).

De referir que o montante destinado aos projetos do OP 2019 é de 650 mil euros, sendo que cada projeto deve ter um custo global igual ou inferior a 85 mil euros.

Para votar no OP 2019 visite os projetos em votação no portal e efetue o seu registo no respetivo portal.

 

Fonte: Município de Braga

 

A Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será. 

No entanto, a Vila Nova tem custos. Gostaríamos de poder vir a admitir pelo menos um jornalista a tempo inteiro que dinamizasse a área de reportagem e necessitamos manter e adquirir equipamento. Para além disso, há ainda uma série de outros custos associados à manutenção da Vila Nova na rede.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de multibanco ou netbanking.

NiB: 0065 0922 00017890002 91
IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91
BIC/SWIFT: BESZ PT PL

 

Pub

Categorias: Política

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.