Vila Nova de Famalicão

Ensino | Famalicão tem ‘Escolas para mudar o Mundo’

Ensino | Famalicão tem ‘Escolas para mudar o Mundo’

Pub

 

 

Os sete agrupamentos de escolas do Município de Famalicão receberam as primeiras bandeiras “Ter ideias para mudar o Mundo”, um projeto desenvolvido pelo Centro Educativo Alice Nabeiro (CEAN) da Associação Coração Delta. A distinção foi entregue, no dia 12, em Campo Maior, numa cerimónia que contou com o ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues. A liderar a comitiva famalicense esteve o vereador da Educação, Cultura e Conhecimento, Leonel Rocha.

 

 

A Bandeira “Ter ideias para mudar o mundo” é um reconhecimento de mérito a todas as escolas públicas e privadas, jardins-de-infância e outros espaços de educação não formal como ATL´s, centros ocupacionais e lúdicos, que implementem ao longo do ano letivo o programa “Ter ideias para mudar o mundo” com crianças dos 3 aos 12 anos.

As escolas do Município de Vila Nova de Famalicão integram um grupo de 50 entidades de 20 concelhos do país, que implementaram o manual para treinar o empreendedorismo em crianças seguindo o manual criado pelo Centro da Associação Coração Delta, em 2008.

Leonel Rocha participou na cerimónia também como representante da Comunidade Intermunicipal (CIM) do Ave tendo, nessa qualidade, assinado o protocolo com o CEAN para a execução deste projeto em todos os Agrupamentos de Escolas dos Municípios do Ave no ano letivo 2018-2019.

O projeto “Ter ideias para mudar o Mundo” tem como premissa a promoção da educação para o empreendedorismo, fomento dos valores sociais daí resultantes e o reforço do espírito de trabalho de projeto e promoção das ideias.

Para Leonel Rocha, “esta é a confirmação de um caminho que foi traçado para ajudar os alunos a crescerem com competências transversais que os capacitam para a vida pessoal e profissional futuras”. O vereador aponta ainda que as bandeiras “Ter ideias para mudar o Mundo” como a “prova do trabalho em rede que é feito em Vila Nova de Famalicão em que todas as escolas se inserem e que assumem a sua quota parte de responsabilidade”.

 

Fonte: Município de Famalicão

 

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver. 

A Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será. 

No entanto, a Vila Nova tem custos. Gostaríamos de poder vir a admitir pelo menos um jornalista a tempo inteiro que dinamizasse a área de reportagem e necessitamos manter e adquirir equipamento. Para além disso, há ainda uma série de outros custos associados à manutenção da Vila Nova na rede. 

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de multibanco ou netbanking.

NiB: 0065 0922 00017890002 91
IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91
BIC/SWIFT: BESZ PT PL

 

Pub

Categorias: Política, Sociedade

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.