Vila Nova de Famalicão

Educação | No Centro de Estudos Camilianos, alunos do 4º ano descobrem o prazer de criar histórias

Educação | No Centro de Estudos Camilianos, alunos do 4º ano descobrem o prazer de criar histórias

 

Em Vila Nova de Famalicão, crianças escreveram e ilustraram livro de contos inspirado em Camilo Castelo Branco sob a orientação do escritor Pedro Chagas Freitas e da ilustradora Gabriela Sotto Mayor.

.

.

Entusiasmados, motivados, recompensados, ansiosos pelo trabalho e felizes. Não será muito comum identificar este grupo de adjetivos na esmagadora maioria dos alunos de uma turma do 4.º ano do 1.º ciclo do ensino básico, mas o testemunho das cinco professoras de Famalicão que este ano receberam na sua sala de aula o atelier de escrita e ilustração criativa promovido pelo Centro de Estudos Camilianos e orientado pelo escritor Pedro Chagas Freitas e pela ilustradora Gabriela Sotto Mayor não deixa margem para dúvidas: as crianças adoram construir e ilustrar a sua história e sentem-se recompensadas ao ver a sua criação publicada.

A iniciativa já fez muitas crianças felizes. Foram mais de uma centena as crianças que no Dia Internacional da Criança, 1 de junho, na Casa de Camilo, em S. Miguel de Seide, assistiram à apresentação pública do seu primeiro livro de contos e ilustrações. Mais felizes ainda ficaram com a representação de uma das suas histórias em palco pelos seus colegas da turma 3AA da Escola Sede n.º 1 que, como que por magia, tiveram o condão de passar a história do papel para o palco.

“Aventuras de Ricardina e Eugénia” foi o resultado do trabalho criativo desenvolvido desde o início do ano tendo como base a obra de Camilo Castelo Branco “O Retrato de Ricardina”, publicada pela primeira vez há 150 anos, em 1968.

O livro de contos e ilustrações é fruto de uma iniciativa promovida pelos serviços educativos da Casa de Camilo desde há 12 anos consecutivos. Este ano, pela primeira vez, ao atelier de escrita criativa, juntou-se o atelier de ilustração. E o surpreendente resultado pode ser apreciado numa exposição que se encontra patente a público até ao final de setembro na Galeria do Centro de Estudos Camilianos.

Constituído por cinco contos ilustrados e 37 páginas, a obra “Aventuras de Ricardina e Eugénia” contou com a participação dos alunos do Centro Escolar de Antas, da EB de Castelões, da EB de Lousado, da EB de Lagarinhos e da EB/JI de Barranhas.

.

Pub

Categorias: Mais recentes

Acerca do(a) Autor(a) do artigo

Escreva um comentário

Apenas utilizadores registados podem comentar.