Tag "verdade"

Voltar à homepage
Cultura

Lucky Star | ‘O homem da câmara de filmar’ (1929) de Dziga Vertov

    A essência do cinema de Dziga Vertov – a verdade vista através de um olhar cinemático – é lembrada a propósito de ‘O homem da máquina de filmar’.

Crónica Cultura Sociedade

Dar Coisas aos Nomes | Quem da pátria sai a si mesmo escapa?

    1. Há uma ideia solenemente repetida, e com profunda e misteriosa razão (dessa que nem a própria razão entende), de que os poetas e os artistas nunca interpelam

Crónica Política

Liberdade | Condenados a ser livres

    O surgimento do Núcleo de Famalicão da Iniciativa Liberal foi um momento especial para todos os amantes da liberdade, porque onde se cria uma casa onde se ame

Crónica Sociedade

Inquietação | Confinamento do mal

    Já não «vêm pela noite calada, em bandos com pés de veludo», andam às claras e querem ser «mordomos do universo todo, Senhores à força, mandadores sem lei».

Crónica Sociedade

Abril | A liberdade não está a passar por aqui

    Ninguém, em boa verdade, é capaz de prever o que se vai passar por aqui e no mundo nos próximos tempos. Numa coisa parecemos todos concordar, que é

Crónica Sociedade

Inquietação | E se o amor fosse uma pandemia?

    Os tempos difíceis que vivemos têm mostrado um lado altruísta dos portugueses que andava adormecido, quiçá alienado. Alienação parece-me aliás a palavra certa para descrever uma sociedade atordoada

Crónica Cultura

Dar Coisas aos Nomes | Um olhar liso como um vidro: a infância, o real e Sophia

    Não há um poema ou trecho literário que não faça luzir, entre olhos comovidos e recordações temperadas pelo tempo, um pouco de infância. Seria até bastante válida uma

Ciência Crónica

Ética | A indústria da mentira em ciência

    A desvirtuação do equilíbrio ético necessário à boa prática científica quando descentrada do seu propósito primeiro, tem sempre uma consequência arrasadora: a segregação, no sentido de anulação, da

Crónica

Sapiens | O Contágio

      Imagine-se que a única condição para se ser o maior escritor português é ser o que vende mais livros, então o José Rodrigues dos Santos seria necessariamente