Guitarrista tem ainda muito para nos oferecer nesta sua nova fase de carreira a solo

Música | Jazz ao Largo retorna a Barcelos com malhas de… Tó Trips

Música | Jazz ao Largo retorna a Barcelos com malhas de… Tó Trips

Pub

 

 

Tó Trips iniciou com Península o retorno do Jazz ao Largo, excelente inciativa na área de um género musical com público restrito mas fiel. Desta feita, o programa encontra-se inserido no programa de animação cultural ‘Pra frente, Barcelos’, organizado pelo respetivo município e que tem vindo a acontecer ao longo destes meses de verão.

Com actuação sóbria, eficaz e a mestria técnica musical que é seu timbre, a face mais visível dos Dead Combo foi desfilando os seus temas a solo, tendo apresentado Surdina, banda sonora do último filme de Rodrigo Areias, passando por compositores que admira, como é o caso do trompetista Chet Baker – seu ídolo -, para além de temas que o guitarrista compôs expressamente para companhias de dança.

O espetáculo desenrolou-se na bela frente ribeirinha de Barcelos, em noite algo fresca para época, na presença de muito público que praticamente encheu o espaço onde decorreu o concerto.

Neste concerto, ficou claro que Tó Trips tem ainda muito para nos oferecer nesta sua nova fase de vida musical. Assim seja! Quanto ao Jazz ao Largo, a ele esperamos também regressar, assim ele se mantenha vivo e continue a levar a esta cidade músicos e músicas ‘diferentes’… mas de eleição.

 

Obs: este artigo é da autoria de Albano Mendes. Devido a problemas de ordem técnica não foi possível incluir mais imagens do concerto, mas tentaremos fazê-lo com a maior brevidade.

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver; e não pagou por isso.

Vila Nova é cidadania e serviço público: diário digital generalista de âmbito regional, independente e pluralé gratuito para os leitores. Acreditamos que a informação de qualidade, que ajuda a pensar e a decidir, é um direito de todos numa sociedade que se pretende democrática.

Como deve calcular, a Vila Nova praticamente não tem receitas publicitárias. Mais importante do que isso, não tem o apoio nem depende de nenhum grupo económico ou político.

Você sabe que pode contar connosco. Estamos por isso a pedir aos leitores como você, que têm disponibilidade para o fazer, um pequeno contributo.

A Vila Nova tem custos de funcionamento, entre eles, ainda que de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta e plural.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo – a partir de 1,00 euro – sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco. Se é uma empresa ou instituição, poderá receber publicidade como forma de retribuição.

Se quiser fazer uma assinatura com a periodicidade que entender adequada, programe as suas contribuições. Estabeleça esse compromisso connosco.

Contamos consigo.

*

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

Obs: Envie-nos o comprovativo da transferência e o seu número de contribuinte para o email vilanova@vilanovaonline.pt caso pretenda receber o comprovativo de pagamento, para efeitos fiscais ou outros.

*

Pub

Categories: Cultura

About Author

Write a Comment

Only registered users can comment.