Autarquia investe 3,7 milhões de euros nas escolas

Ensino | Ano letivo arranca em Famalicão com confiança e responsabilidade

Ensino | Ano letivo arranca em Famalicão com confiança e responsabilidade

Pub

 

 

Em Vila Nova de Famalicão está tudo pronto para acolher cerca de 15 mil alunos, nas escolas do concelho. Neste ano tão atípico, por consequência da pandemia, o presidente da Câmara Municipal, Paulo Cunha, deixou palavras de confiança e responsabilidade, garantido que a autarquia em colaboração com as escolas, as associações de pais e a comunidade, num “enorme trabalho em rede, estão a fazer tudo para que o ano corra bem”. O autarca falava durante a conferência de imprensa de lançamento do ano letivo 2020/2021, que decorreu na sexta-feira e que contou também com a presença do vereador da educação, Leonel Rocha.

No total, a autarquia já investiu neste ano letivo cerca de 3,7 milhões de euros, sendo que a grande fatia do investimento se refere, naturalmente, a obras de requalificação e melhoramento das escolas.

“Neste momento, não há nenhuma escola que esteja sob a tutela do município, que esteja a precisar de obras urgente”, afirmou Paulo Cunha, salientando que, entre 2019 e 2020, foram adjudicadas cerca de três dezenas de obras, e estão, neste momento, em concurso público oito intervenções.

Para além do investimento na infraestrutura escolar, o município investe anualmente 1,8 milhões de euros em transporte para os alunos, assegurando a universalidade da gratuitidade dos passes desde o ensino básico ao 12.º ano.

A oferta das fichas de trabalho, os lanches saudáveis e a fruta escolar são outros dos investimentos do município.

Para além disto, a autarquia garante ainda assistentes operacionais nas escolas acima do rácio nacional. “Neste momento, temos 516 assistentes, quando a norma nacional exige 452 para o nosso número de alunos. São mais 64 funcionários”, referiu o vereador Leonel Rocha.

Paulo Cunha destacou “o trabalho em rede como decisivo para termos mais capacidade de resposta e mais serenidade na preparação deste novo ano letivo, que tem sido um desafio tremendo e imensuravelmente maior que nos anos anteriores”.

Apesar da confiança e otimismo demonstrados, o autarca apelou à responsabilidade e consciência de todos. “É preciso que cada um de nós tenha consciência e seja responsável pelos seus atos, porque há uma dimensão aleatória medonha”.

“Tem de haver atitudes responsáveis e cuidados de todos. E aqui surge a frustração de quem fez tudo para que fosse um enorme sucesso, mas há fatores que não dependem de nós e isso só assevera o cumprimento das regras, não podemos entregar à sorte”, pediu.

Também o vereador da Educação, destacou o trabalho em rede e de proximidade, que se “intensificou em tempos de pandemia”.

 

Fonte e Imagem: Município de Famalicão

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

Vila Nova é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a Vila Nova é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a Vila Nova tem custos, entre os quais se podem referir, de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de mbway, netbanking ou multibanco.

MBWay: 919983484

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

*

Pub

Categories: Mais recentes

About Author

Write a Comment

Only registered users can comment.