Filme é um símbolo da relação de otimismo do eu com o mundo

Cineclube | ‘O meu vizinho Totoro’ de Hayao Miyazaki exibido em Cinema Paraíso famalicense

Cineclube | ‘O meu vizinho Totoro’ de Hayao Miyazaki exibido em Cinema Paraíso famalicense

Pub

 

 

Este conto infantil magistralmente realizado por Hayao Miyazaki centra-se na história das irmãs Satsuke e Mei que descobrem que a sua nova casa está localizada junto a uma floresta habitada por um conjunto de criaturas chamadas Totoros. As irmãs tornam-se amigas de um Totoro, o maior e mais velho, o rei da floresta. Como a mãe está em convalescença no hospital, e o pai é professor, as crianças passam o tempo com o seu novo amigo. Totoro irá revelar-lhes um mundo mágico, mas também as irá ajudar a entender as duras realidades da vida. “O Meu Vizinho Totoro” foi realizado em 1988, tornando-se o símbolo do célebre Studio Ghibli.

“Um filme é realmente atemporal quando continua dialogando com o público mesmo anos após a sua concepção. De 1988, Meu Amigo Totoro é uma das muitas obras-primas de Hayao Miyazaki”, afirma Laísa Trojaike em CanalTech, após a visualização do filme agora efetuada, em momento de intensa pandemia. “Os sentimentos negativos não ofuscam a beleza da fantasia, pelo contrário: o universo imaginário que o autor nos fornece é uma válvula de escape”.

Meu Amigo Totoro “é, na superfície, uma incrível história fantástica sobre laços familiares [de duas irmãs], mas a minha última visita à obra fez-me ver com uma clareza quase mágica um discurso sobre o otimismo. O otimismo do qual falo (…) trata-se de uma forma mais sincera e inocente de ver o copo como meio cheio, sem esquecer que ele também está meio vazio. A inocência da criança que ignora o conceito de melhor dos mundos possíveis não tem a ver com a de quem ignora os problemas em prol de um objetivo talvez inalcançável.

‘O meu vizinho Totoro’ de Hayao Miyazaki – trailer

As sessões decorrerão no Parque da Devesa (junto ao lago), com inicio às 22h00, num recinto gerido pelo Município de Vila Nova de Famalicão, com garantia de distanciamento entre espectadores e de vigência das normas decretadas pela Direcção-Geral de Saúde.

A entrada é livre, mas com levantamento obrigatório de ingresso no próprio dia da projecção, no local do evento, no período de três horas que antecede a sessão, sendo que uma pessoa poderá levantar até seis ingressos.

Recomenda-se o acesso através da entrada do Parque da Devesa junto à Central de Autocarros, local onde se encontra a bilheteira e que permite aceder ao recinto onde decorrerá a projecção.

CINEMA PARAÍSO_ Projecto Itinerante de Cinema Ao Ar Livre _ 21.ª edição

Parque da Devesa (Quartas-feiras – Julho, Agosto)

8 de Julho – VARIAÇÕES de João Maia
15 de Julho – MR. LINK (versão portuguesa) de Chris Butler
22 de Julho – 1917 de Sam Mendes

5 de Agosto – O MEU VIZINHO TOTORO de Hayao Miyazaki
12 de Agosto – MULHERZINHAS de Greta Gerwig
19 de Agosto – PARASITAS de Bong Joon Ho

 

Fontes: Cineclube de Joane, CanalTech; Imagens: (0) Studio Ghibli, (1) Cineclube de Joane

**

*

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver; e não pagou por isso.

Vila Nova é cidadania e serviço público: diário digital generalista de âmbito regional, independente e pluralé gratuito para os leitores. Acreditamos que a informação de qualidade, que ajuda a pensar e a decidir, é um direito de todos numa sociedade que se pretende democrática.

Como deve calcular, a Vila Nova praticamente não tem receitas publicitárias. Mais importante do que isso, não tem o apoio nem depende de nenhum grupo económico ou político.

Você sabe que pode contar connosco. Estamos por isso a pedir aos leitores como você, que têm disponibilidade para o fazer, um pequeno contributo.

A Vila Nova tem custos de funcionamento, entre eles, ainda que de forma não exclusiva, a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade.

Para lá disso, a Vila Nova pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta e plural.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo – a partir de 1,00 euro – sob a forma de donativo através de netbanking ou multibanco. Se é uma empresa ou instituição, poderá receber publicidade como forma de retribuição.

Se quiser fazer uma assinatura com a periodicidade que entender adequada, programe as suas contribuições. Estabeleça esse compromisso connosco.

Contamos consigo.

*

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

Obs: Envie-nos o comprovativo da transferência e o seu número de contribuinte caso pretenda receber o comprovativo de pagamento, para efeitos fiscais.

*

Pub

Categories: Agenda, Cultura

About Author

Write a Comment

Only registered users can comment.