Artigos de António Manuel Reis

Voltar à página inicial
Crónica Política Sociedade

Democracia | Portugal tem memória, Portugal tem História

    A Democracia está doente. Os Governos, com a ânsia de se manterem ao leme dos Países, pensam essencialmente nas eleições e nos votos, não actuando quando o devem

Crónica Política

Rui Rio | O desconfinamento no PSD

    “Inicio este artigo com uma declaração de interesse. Nunca fui apoiante de Rui Rio. Saí do Partido de Sá Carneiro, após 42 anos de militância, em coerência com

Crónica Política Sociedade

Covid-19 | Desconfinamento

  Portugal entra este domingo, às 00:00, na fase de desconfinamento, substituindo o Estado de Emergência, pela Situação de Calamidade. Contudo apraz, fazer uma apreciação de tudo aquilo que se

Crónica Política Sociedade

Abril | 25 de Abril: da deposição à liberdade

    Estamos a caminho do cinquentenário dos dias 25. Primeiro, do 25 de Abril de 1974, dia em que a ditadura foi deposta pela acção dos militares dando liberdade

Crónica Política

Coronavírus | Portugal muito pouco privado

    Estamos perante a maior crise sanitária e económica deste início do novo século, no País e no Mundo, para a qual grande parte de nós não estava preparado.

Crónica Política

Sinal dos tempos | Doutrinação

    Em 2015, a novidade chamou-se Geringonça, em 2020 vê-se o seu resultado. Não vale a pena falar de economia e finanças, a factura destes 4 anos de governação

Crónica Política

Metamorfoses | O velho e o novo

    Todos conhecemos histórias de relacionamentos de velhos e amantes. Esta história que vos vou contar está muito equiparada a isso. Um partido nasceu de uma dissidência do velho

Política

Aliança | Falsa partida

    Na política, a visão estratégica, a antecipação, a previsão, a paciência, o olhar mais a frente, são requisitos fundamentais para o sucesso. As eleições europeias eram a prova

Política

Aliança | Porquê o Aliança?

      Portugal, como os restantes países da Europa, tem os seus partidos políticos tradicionais enfeudados, fechados, avessos e imunes à mudança. Não olham para a sociedade civil, focam-se