Portugal em estado de dormência

Portugal em estado de dormência

Pub

 

 

Porque é tão complexo?

Porque acreditar que pode ser diferente parece um espectro longínquo e inatingível?

 

Vemos a degradação económica, social, cultural e política proliferar de forma galopante, destruindo múltiplas gerações e simplesmente achamos que… “podia ser pior”?

Assistimos diariamente a uma política inconsequente, por vezes até infantil, liderada por pessoas que não possuem qualquer experiência nessa área de atuação, assentes no facto de serem políticos de profissão. Fingem conhecer o rumo que Portugal deve seguir, mas na realidade, e quase sempre, é o rumo que o seu partido político necessita que seja seguido pelos mais diversos conjuntos de interesses. Os Portugueses são tão só e simplesmente a palavra de ordem a ser usada em discursos políticos de retórica, mas nunca o seu propósito.

E naturalmente, cada decisão tomada ao abrigo da falsa democracia de uma maioria, culmina no erro. Surge então, uma nova fase, a fase da Construção da Narrativa.

Narrativa essa que passa no primeiro momento por simplesmente Mentir, de forma deliberada e totalmente consciente, ignorando todas e quaisquer óbvias contradições. Num segundo momento lançar uma “cortina de fumo”, promover um novo ponto de atenção, vendendo uma qualquer oferta aos Portugueses, que nada altera, mas gera discussão entre eles. E o Erro é esquecido, não mais falado.

Toda esta lamentável situação é suportada e alimentada pelo nosso estado de dormência. Aceitamos, achamos normal e, pior, não acreditamos que é possível mudar, que é possível ter um Portugal forte. Preferimos atos de autocomiseração do eterno “Somos um país pequeno” a atos de verdadeira mudança.

Se chegamos ao estado a que chegamos, a culpa é nossa, pois aceitamos e escolhemos ser governados por pessoas menores e sem qualidade, por políticos de profissão.

Portugal precisa de acordar do estado de dormência

Temos de acordar deste estado de dormência e sonolência, não queremos deixar o pior Portugal de sempre para as próximas gerações.

Não podemos aceitar, precisamos quebrar este ciclo, é nossa responsabilidade, é a responsabilidades de cada um de nós.

Acorda Portugal.

Acorda.


Uma Vitória para a Democracia e a Igualdade no Ensino Superior

Liberalismo e liberdade individual e igualdade perante a lei

1ª Página. Clique aqui e veja tudo o que temos para lhe oferecer.portugal - vila nova online - diário digital de âmbito regional - famalicão - braga - barcelos - guimarães - santo tirso - póvoa de varzim - trofa - viana do castelo - esposende - som - ruído - ambiente - poluição - sustentabilidade - construção civil - economia - empresas - tecnologia - jogo - comunicação - desporto - cultura - conhecimento - opinião - brincar - crianças - família - educação - ensino -

Pub

Pub

Categorias: Crónica, Política

Acerca do Autor

Comente este artigo

Only registered users can comment.