Guimarães quer alargar área Património Cultural da Humanidade

Guimarães quer alargar área Património Cultural da Humanidade

Pub

 

 

Guimarães está de parabéns. Celebra 21 anos da elevação a Património Cultural da Humanidade. Mais a mais, a Cidade tem atualmente em curso uma nova candidatura ao Comité do Património Mundial, para alargar a classificação como Património Cultural da Humanidade à zona de Couros, já aprovado pela Comissão Nacional da UNESCO (CNU), integrando-a com o centro histórico já classificado.

40 hectares de Centro Histórico em Guimarães

No caso de sucesso desta candidatura, Guimarães acrescentará 21 hectares aos 19 hectares do Centro Histórico de Guimarães já classificados, juntando uma área dedicada ao trabalho e à curtimenta de peles – Couros – às áreas que outrora eram os centros militar e civil da cidade.

A concretizar-se o desejo do município vimaranense, o que deverá ser possível atendendo à aprovação pela Comissão Nacional da UNESCO, Guimarães será detentora de um dos maiores centros históricos classificados, num total de 40 hectares.

Inscrição do Centro Histórico na Lista de Bens Património Cultural da Humanidade

A 13 de dezembro de 2001, o Comité do Património Mundial inscreveu o Centro Histórico de Guimarães na Lista de Bens Património Mundial, classificação que resultou, em grande medida, de um trabalho coordenado e motivado pelo Município vimaramense tendo em vista, na altura, a “recuperação do centro histórico” da Cidade.

1ª Página. Clique aqui e veja tudo o que temos para lhe oferecer.vila nova online - jornal diário digital generalista com sede em vila nova de famalicão - braga - plogging - reflorestar braga - árvores - arvoredo - arbustos - escolas - alunos - floresta - monte picoto - guimarães - política - partido scocislaista - ps - ricardo costa - saúde - aces alto ave

Imagem: MGMR

Pub

Acerca do Autor

Comente este artigo

Only registered users can comment.