Primeiro filme publicitário português divulgou as ‘Petit Beurre’ da Invicta entre os consumidores há 105 anos e ainda hoje encanta e enche de emoção aqueles que o veem

Bolachinhas de manteiga e ‘um chá nas nuvens’ no Porto

Bolachinhas de manteiga e ‘um chá nas nuvens’ no Porto

Pub

 

 

Várias décadas antes do despertar da televisão em Portugal, Raul de Caldevilla fundou no Porto a Invicta Filmes e realizou em 1917 o primeiro filme publicitário do país, “Um Chá nas Nuvens”.

Com o intuito de promover uma nova marca de bolachas, contratou os Puortollanos, pai e filho ginastas galegos, com fama no mundo do espectáculo, e fê-los trepar os 75 metros de puro barroco da Torre dos Clérigos.

O evento tinha sido promovido nos jornais locais e o povo respondeu em massa. Cento e cinquenta mil pessoas juntaram-se na Baixa do Porto, para assistirem a uma proeza inédita.

‘Fita Assombrosa’ de um chá à altura das nuvens esgotou salas de cinema dias a fio

Ao alcançarem o topo, o duo montou uma mesinha e tomou chá, acompanhado pelos novos petit beurre da Fábrica Invicta.

Aproveitando as alturas, daí lançaram milhares de folhetos publicitando as bolachas.

O jovem Manoel de Oliveira, que mais tarde viria a tornar-se o mais consagrado realizador de cinema português, estava entre o público.

A sagacidade de Caldevilla foi filmar tudo isto, lançando nas salas de cinema, pouco tempo depois, a tal “fita assombrosa”, 17 minutos que esgotaram lotações dias seguidos, conforme relatam os jornais da época.

chá - infusão - um chá nas nuvens - cinema - documentário - publicidade - porto - torre dos clérigos - bolachas de manteiga - petir beurre invicta

Imagens: DR

Obs: texto previamente publicado na página facebook do autor Luís Alves, tendo sido sujeito a ligeiras adequações na presente edição.

Vamos a Braga comer um pudim?

Pub

Categorias: Cinema, Cultura, Publicidade

Acerca do Autor

Comente este artigo

Only registered users can comment.