Secretário-geral das Nações Unidas considera qualquer dano potencial à central nuclear de Zaporizhia um ‘suicídio’

Guterres discute com Zelensky e Erdogan esforços para por fim à guerra na Ucrânia

Guterres discute com Zelensky e Erdogan esforços para por fim à guerra na Ucrânia

Pub

 

 

O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, voltou a pedir o fim da guerra na Ucrânia, porque as pessoas precisam de paz em linha com a Carta da ONU e a lei internacional. O apelo foi lançado após encontro na cidade de Lviv, com o presidente ucraniano, Volodymyr Zelensky, e com o presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan.

Os três líderes debateram os esforços para alcançar a paz. António Guterres, em particular, enfatizou que as Nações Unidas continuarão a pressionar em favor da paz e a fornecer apoio humanitário às pessoas necessitadas sempre que necessário. O líder da ONU demonstrou também a sua especial preocupação com a crise alimentar mundial e pediu a desmilitarização da central nuclear de Zaporizhia.

Zaporizhia é causa de preocupaçao para Guterres, mas também para o mundo

Bastante preocupado com a situação em torno desta central nuclear, a maior da Europa, António Guterres lembrou que “o bom senso deve prevalecer para evitar qualquer ação que possa colocar em perigo a integridade física e a segurança da instalação”.

Guterres defendeu a necessidade urgente de um acordo para “restabelecer Zaporizhia como infraestrutura puramente civil”, de modo a garantir a segurança da área.

Depois de fazer uma avaliação, com o acordo da Rússia e da Ucrânia, o Secretariado da ONU determinou que pode apoiar o superintendente nuclear da Agência Internacional para a Energia Atómica (AIEA), na deslocação e condução de uma missão à central nuclear que tem sido alvo de bombardeamentos em zonas muito próximas .

O alto dignitário das Nações Unidas destacou que o equipamento e o pessoal militar devem ser retirados da fábrica, nenhuma outra força ou equipamento deve ser implantado lá e a área deve ser desmilitarizada.

“Qualquer dano potencial a Zaporizhia é suicídio”, ressaltou.

central nuclear - zaporizhia - ucrânia

Yehor Milohrodskyi / Unsplash

Imagem de destaque: OCHA / Saviano Abreu

1ª Página. Clique aqui e veja tudo o que temos para lhe oferecer.vila nova online - jornal diário digital generalista com sede em vila nova de famalicão

Pub

Categorias: Guerra, Política

Acerca do Autor

Comente este artigo

Only registered users can comment.