Associação de Moradores ficará responsável pela supervisão da residência, assim como pelo acompanhamento de proximidade aos residentes envolvidos

BragaHabit facilita residência partilhada no Bairro das Andorinhas

BragaHabit facilita residência partilhada no Bairro das Andorinhas

Pub

 

 

A BragaHabit vai disponibilizar uma habitação à Associação de Moradores das Andorinhas para a criação de uma residência partilhada. O protocolo de colaboração entre as partes e respetivo contrato de comodato foi assinado esta Quarta-feira, 27 de julho, numa cerimónia que contou com a presença do administrador executivo da BragaHabit, Carlos Videira.

A fração cedida pela empresa municipal de habitação destina-se ao acolhimento de indivíduos que se encontrem em situação de vulnerabilidade social, em regime de residência partilhada.

Atualmente, a BragaHabit conta com 20 residências partilhadas, sendo que 13 estão sob a sua gestão direta e outras sete estão protocoladas com entidades como a Cáritas Arquidiocesana de Braga, a Casa de Saúde do Bom Jesus, a Delegação de Braga da Cruz Vermelha Portuguesa e o Município de Braga, no âmbito do Núcleo de Planeamento e Intervenção dos Sem-Abrigo. A estas, junta-se agora a residência partilhada protocolada esta quarta-feira, sendo a primeira que será gerida por uma Associação de Moradores.

Segundo explicou Carlos Videira, esta é uma medida que visa dar resposta a algumas situações de vulnerabilidade social e habitacional que necessitam de um acompanhamento de maior proximidade e que não preenchem os requisitos de acesso ao regime de residência partilhada estabelecidos no Regulamento de Apoio à Habitação do Município de Braga. “O regime de residência partilhada destina-se a promover o acesso ao alojamento e às condições que permitem o treino e exercício de autonomia, com vista à integração social dos residentes”, referiu.

A habitação situada no Bairro das Andorinhas é cedida, a título gratuito, à Associação de Moradores que ficará responsável pela supervisão da residência, assim como pela realização de um acompanhamento de proximidade dos residentes envolvidos.

Carlos Videira destacou o caráter inovador da parceria, afirmando que “a BragaHabit tem procurado estreitar os laços com as associações de moradores do Município, nomeadamente através da realização de Assembleias de Moradores, no sentido de identificar problemas e soluções, garantindo, simultaneamente, a capacitação das suas estruturas”.

“A gestão desta residência partilhada por parte da Associação de Moradores assegura uma resposta de proximidade, essencial para o acompanhamento dos seus beneficiários, e ao mesmo tempo contribui para o alargamento da esfera de ação da associação e para uma maior corresponsabilização da mesma na gestão do seu habitat”, acrescentou o administrador executivo da BragHabit.

O protocolo entre em vigor no próximo dia 1 de agosto, tendo a duração de 24 meses. A renovação é automática por iguais períodos.

1ª Página. Clique aqui e veja tudo o que temos para lhe oferecer.vila nova online - jornal diário digital generalista com sede em vila nova de famalicão - música - concertos - espetáculo - cultura -livro - literatura - política - trabalho - rendimento - segurança - saúde - cinema - proteção civil - segurança - ribeirão - riba d'ave -

Braga combate exclusão social e pobreza habitacional

Fundação em estacaria: quais as vantagens do uso na construção civil?

Famalicão cidade intercultural nacional e internacional

Dicas para planear uma casa de verão de pequena dimensão

Donativos

Publicidade | VILA NOVA: deixe aqui a sua Marca

De regresso às ‘Viúvas de Braga’

Vamos a Braga comer um pudim?

Pub

Acerca do Autor

Comente este artigo

Only registered users can comment.