‘Criação da atmosfera dramática adequada parece simples mas é afinal o resultado de um extraordinário exercício de depuração’

‘Entre o amor e o pecado’ melhor do que nunca 65 anos depois

‘Entre o amor e o pecado’ melhor do que nunca 65 anos depois

Pub

 

 

Devo estar fora de prazo. A maior parte dos filmes que vejo nas salas de cinema – e só vou ver os que à partida dão algumas garantias – são, na maioria dos casos, melancolicamente medianos. Há sempre a reposição de alguns clássicos, claro, mas isso é outro campeonato. Como faço então para me recompor da frustração? Pois vou às minhas prateleiras e pego numa fita da qual guardo as melhores recordações. Foi o caso deste Daisy Kenyon (1947), do realizador Otto Preminger, que estreou em Portugal sob o título Entre o amor e o pecado.

Filmado num noir discreto, Entre o amor e o pecado trata não de uma, mas de duas relações triangulares, cujos protagonistas se cruzam em diversas situações, sempre em espaços interiores criteriosamente trabalhados para criar a atmosfera dramática adequada. O que parece simples é afinal o resultado de um extraordinário exercício de depuração; só lá está o essencial. As interpretações são fantásticas. Joan Crawford é de outro planeta.

Às vezes, ao rever filmes, mudo de opinião; foi o caso. Achei-o melhor do que nunca.

daisy kenyon - entre o amor e o pecado - cinema - filme - cinema clássico - film noir - triânguulo amoroso - otto preminger - joan crawford

daisy kenyon - entre o amor e o pecado - cinema - filme - cinema clássico - film noir - triânguulo amoroso - otto preminger - joan crawford

1ª Página. Clique aqui e veja tudo o que temos para lhe oferecer.vila nova online - jornal diário digital generalista com sede em vila nova de famalicão

O seu diário digital VILA NOVA Online é gratuito para os leitores e sempre será.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico donativo através de mbway, netbanking, multibanco ou paypal.

MBWay: 919983484

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91; BIC/SWIFT: BESZ PT PL

Paypal: pedrocosta@vilanovaonline.pt

Envie-nos os seus dados. Receberá, na volta do correio, o recibo para efeitos fiscais ou outros.

Publicidade (promoções e tabelas em vigor):

Basta enviar-nos o comprovativo da sua compra e o conteúdo a publicar.

Envie-nos os seus dados. Receberá, na volta do correio, o recibo para efeitos fiscais ou outros.

Contacte-nos para situações especiais.

Gratos pelo seu apoio e colaboração.

O Amor

Um retrato de segredos de família em ‘A Metamorfose dos Pássaros’

Publicidade | VILA NOVA: deixe aqui a sua Marca

Pub

Categorias: Cinema, Cultura

Acerca do Autor

Comente este artigo

Only registered users can comment.