Casa do Conhecimento assinalou Dia Mundial da Sociedade da Informação porque ‘desinformar: é fácil, é barato e dá milhões’

Vila Verde alerta cidadãos para perigos da desinformação digital

Vila Verde alerta cidadãos para perigos da desinformação digital

Pub

 

 

No acesso à informação digital, é preciso o empenho pessoal de cada consumidor para travar a propagação de falsidades e estratégias orquestradas de manipulação e desinformação, porque ‘desinformar: é fácil, é barato e dá milhões’. O desafio ao exercício de cuidados no consumo de notícias foi deixado em Vila Verde sob a forma de ‘conselhos a seguir’, na comemoração do Dia Mundial da Sociedade da Informação organizado pela Casa do Conhecimento.

Combater a desinformação digital

“Desinformar: é fácil, é barato e dá milhões… de ‘likes’. Que fazer, então?” foi o mote que levou Joaquim Fidalgo, investigador do Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade, a aprofundar o papel do cidadão na propagação, ou no bloqueio, da falsa informação.

O investigador académico da Universidade do Minho enunciou vários conselhos sobre a temática das fake news, assim como “os tipos e formas de manipulação da informação, na verdade, meia-verdade e falsidade da informação”.

“Vamos trabalhar para combater a desinformação, procurar ser mais observadores, repensar o que vemos e lemos, para que estejamos mais informados, ativos e interventivos no sentido de melhorar a comunicação em sociedade”, complementou, em tom de desafio, Júlia Fernandes, a presidente da Câmara Municipal de Vila Verde, já no encerramento desta jornada de reflexão e debate na Casa do Conhecimento de Vila Verde.

júlia fernandes - município - vila verde - casa do conhecimento - desinformação digital - fake news

Informação verdadeira, uma palavra-chave para o bem comum da sociedade

No painel de comunicações, o coordenador da Casa do Conhecimento de Vila Verde, José Ismael Graça, abordou, por sua vez, o fenómeno da desinformação no contexto da globalização e da digitalização, a classificação de tipos de desinformação, a forma de identificar notícias falsas e o contexto das redes sociais.

De seguida, José Gabriel Andrade, professor e diretor da Casa do Conhecimento da Universidade do Minho, deu início à exposição “O Espaço Digital na Construção do Conhecimento” focando-se na estrutura dos media, na produção de conteúdos na dimensão local e global, nos mercados consumidores desses conteúdos e no perfil dos profissionais dos media.

Manuel Lopes, o vice-presidente da autarquia e vereador da Educação e Ação Social, na sua intervenção, aquando da abertura da conferência, salientou o poder da informação e a importância do acesso às ferramentas da comunicação e à sua utilização, no sentido de proporcionar informação verdadeira para o bem comum da sociedade.

júlia fernandes - município - vila verde - casa do conhecimento - desinformação digital - fake news - josé gabriel andrade

júlia fernandes - município - vila verde - casa do conhecimento - desinformação digital - fake news - manuel lopes

Debate orientado por Manuela Barreto Nunes contou com participação significativa e diversificada

Manuela Barreto Nunes, bibliotecária e coordenadora das Bibliotecas Municipais de Vila Verde, moderou um debate presencial e online. O encontro contou ainda com a presença de José Alberto Rodrigues, diretor do Agrupamento de Escolas de Vila Verde, de Lúcia Pinheiro, em representação do Agrupamento de Escolas de Prado, de Cristina, Barros da Casa do Conhecimento de Boticas, de João Oliveira, da Casa do Conhecimento de Fafe, de docentes e alunos da Escola Profissional Amar Terra Verde, da Escola Secundária de Vila Verde e do Agrupamento de Escolas de Vila Verde.

júlia fernandes - município - vila verde - casa do conhecimento - desinformação digital - fake news - manuela barreto nunes

1ª Página. Clique aqui e veja tudo o que temos para lhe oferecer.vila nova online - jornal diário digital generalista com sede em vila nova de famalicão

Temos que traçar uma linha vermelha nas redes sociais

Porquê ler George Orwell em 2022?

Porque acreditamos em notícias falsas?

Imagens: MVVD

VILA NOVA. Conte connosco, nós contamos consigo.

O seu diário digital VILA NOVA Online é gratuito para os leitores e sempre será.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico donativo através de mbway, netbanking, multibanco ou paypal.

MBWay: 919983484

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91; BIC/SWIFT: BESZ PT PL

Paypal: pedrocosta@vilanovaonline.pt

Envie-nos os seus dados. Receberá, na volta do correio, o recibo para efeitos fiscais ou outros.

Publicidade (promoções e tabelas em vigor ):

Basta enviar-nos o comprovativo da sua compra e o conteúdo a publicar.

Envie-nos os seus dados. Receberá, na volta do correio, o recibo para efeitos fiscais ou outros.

Contacte-nos para situações especiais.

Gratos pelo seu apoio e colaboração.

Nós, Europeus! Sobre a construção, reconstrução e desconstrução de uma herança metafísica…

“Haja Saudinha!”…

Publicidade | VILA NOVA: deixe aqui a sua Marca

Pub

Acerca do Autor

Comente este artigo

Only registered users can comment.