Famalicão e APE premeiam estudo e dedicação ao conhecimento de investigadora dedicada à cultura e literatura portuguesa e francesa

Cristina Robalo-Cordeiro recebe Grande Prémio de Ensaio Eduardo Prado Coelho

Cristina Robalo-Cordeiro recebe Grande Prémio de Ensaio Eduardo Prado Coelho

Pub

 

 

Cristina Robalo-Cordeiro recebeu o Grande Prémio de Ensaio Eduardo Prado Coelho pela obra “O véu de Maia – Relendo Almeida Faria”, publicado pela editora MinervaCoimbra, esta tarde, no Salão Nobre da Câmara Municipal de Famalicão, entidade responsável pela atribuição do galardão em parceria com a Associação Portuguesa de Escritores (APE).

A autora, na ocasião, agradeceu a distinção, enaltecendo a iniciativa da autarquia e da Associação Portuguesa de Escritores  de premiar um ensaio, “género literário tão poucas vezes reconhecido no nosso país”.

O vereador da Educação e Ciência de Famalicão, Augusto Lima, em representação da autarquia, referiu que “premiar o estudo e a dedicação ao conhecimento é a melhor forma de homenagearmos Eduardo Prado Coelho e de replicarmos o seu exemplo”. O presidente da APE, José Manuel Mendes, fala, por sua vez, numa “obra verdadeiramente notável”, referindo-se a Cristina Robalo-Cordeiro como “uma autora de primeira grandeza”.

cristina robalo-cordeiro - município de famalicão - associação portuguesa de escritores - grande prémio de ensaio eduardo prado coelho - o véu de maia - ensaio - livro - prémio

Cristina Robalo-Cordeiro viu reconhecida o trabalho da obra “O véu de Maia – Relendo Almeida Faria”, mas também o trabalho de uma vida dedicada à literatura

Cristina Robalo-Cordeiro, de 68 anos, professora catedrática da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, de que foi vice-reitora de 2003 a 2011, é uma ensaísta, tradutora e escritora, que consagrou a sua investigação prioritariamente às culturas e às literaturas francesa e francófonas, tendo igualmente publicado monografias e artigos científicos em literatura comparada e em literatura portuguesa.

É autora de 17 livros, entre ensaios, novelas, romances e traduções, e de cerca de 200 artigos científicos.

Coordenadora do Plano Nacional de Leitura para a Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Cristina Robalo-Cordeiro já tinha sido distinguida com o Prémio Richelieu Senghor de la Francophonie, em 2008, e condecorado com a Legião de Honra (Cavaleiro), em 2014, e com a Ordem do Infante (Comendador), em 2015.

O Grande Prémio de Ensaio Eduardo Prado Coelho, atribuído pela APE em conjunto com a Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, tem um valor monetário de 7.500,00 euros.

O júri desta edição foi composto por António Apolinário Lourenço, Carlos Nogueira e Helena Carvalhão Buescu, esta última anteriormente premiada também pelo Município de Famalicão com o Grande Prémio de Ensaio Eduardo Prado Coelho. em 2019.

Desde 2010, o prémio já distinguiu Victor Aguiar e Silva, Manuel Gusmão, João Barrento, Rosa Maria Martelo, José Gil, Manuel Frias Martins, José Carlos Seabra Pereira, Isabel Cristina Rodrigues, Helder Macedo, Joana Matos Frias e Helena Carvalhão Buescu.

Um livro fundamental: ‘Se isto é um homem’ de Primo Levi

Luz negra – notas sobre Rui Nunes

O seu diário digital VILA NOVA Online é gratuito para os leitores e sempre será.

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico donativo através de mbway, netbanking, multibanco ou paypal.

MBWay: 919983484

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91; BIC/SWIFT: BESZ PT PL

Paypal: pedrocosta@vilanovaonline.pt

Envie-nos os seus dados. Receberá, na volta do correio, o recibo para efeitos fiscais ou outros.

Publicidade (promoções e tabelas em vigor):

Basta enviar-nos o comprovativo da sua compra e o conteúdo a publicar.

Envie-nos os seus dados. Receberá, na volta do correio, o recibo para efeitos fiscais ou outros.

Contacte-nos para situações especiais.

Gratos pelo seu apoio e colaboração.

Uma inocência furiosa: George Steiner (1929-2020)

A paixão segundo Clarice: o perigo de viver

Pub

Acerca do Autor

Comente este artigo

Only registered users can comment.