‘Mais uma vez, os EUA e a  NATO incentivam, promovem e fazem a guerra longe das suas fronteiras, sacrificando sempre um povo qualquer, e arrecadando os seus preciosos lucros, democraticamente, claro’

Ucrânia, o mais recente tabuleiro de xadrez do imperialismo ocidental

Ucrânia, o mais recente tabuleiro de xadrez do imperialismo ocidental

Pub

 

 

Observe-se o mapa: a Ucrânia é apenas o tabuleiro do xadrez do imperialismo ocidental contra o imperialismo russo (quer se goste, quer não).

1.

O pior cego é aquele que não quer ver. Ou aquele que só vê o que quer ver. E a primeira coisa que os cegos querem é cegar quem não tem venda nos olhos.

2.

Têm a NATO e os EUA as suas pretensões imperialistas? E têm razão? Tem Putin a mesma pretensão? Ah, a violência. Essa é o povo que a sofre mais, e sempre. Hoje, como sempre também, o povo faz parte da estratégia da guerra, ora como alvo, ora como escudo. Qualquer das situações é criminosa. Mas ninguém quer ver.

3.

Temos, por isso, o caldo ideal para uma revolução sangrenta, que será a guerra mais violenta e mais fratricida. Quem a quer? E no fim, o resultado pode ser ainda pior que o de agora.

4.

Até ao momento, porém, anda todo o mundo a pedi-la sem pudor. A indústria armamentista bate palmas. Importa-se lá ela com quem morre na guerra? E tem os seus propagandistas em todas as estações de televisão.

5.

Mais uma vez, os EUA e a  NATO incentivam, promovem e fazem a guerra longe das suas fronteiras, sacrificando sempre um povo qualquer, e arrecadando os seus preciosos lucros, democraticamente, claro.

1ª Página. Clique aqui e veja tudo o que temos para lhe oferecer.vila nova online - jornal diário digital generalista com sede em vila nova de famalicão - comunidade

De que matéria se faz uma guerra?

‘Artistas Malditos’: loucura e obsessão em curso online

Imagem: DR

VILA NOVA, o seu diário digital. Conte connosco, nós contamos consigo.

Se chegou até aqui é porque provavelmente aprecia o trabalho que estamos a desenvolver.

VILA NOVA é cidadania e serviço público.

Diário digital generalista de âmbito regional, a VILA NOVA é gratuita para os leitores e sempre será.

No entanto, a VILA NOVA tem custos, entre os quais a manutenção e renovação de equipamento, despesas de representação, transportes e telecomunicações, alojamento de páginas na rede, taxas específicas da atividade, entre outros.

Para lá disso, a VILA NOVA pretende produzir e distribuir cada vez mais e melhor informação, com independência e com a diversidade de opiniões própria de uma sociedade aberta. A melhor forma de o fazermos é dispormos de independência financeira.

Como contribuir e apoiar a VILA NOVA?

Se considera válido o trabalho realizado, não deixe de efetuar o seu simbólico contributo sob a forma de donativo através de mbway, netbanking, multibanco ou paypal.

MBWay: 919983484

NiB: 0065 0922 00017890002 91

IBAN: PT 50 0065 0922 00017890002 91

BIC/SWIFT: BESZ PT PL

Paypal: pedrocosta@vilanovaonline.pt

Envie-nos os seus dados e na volta do correio receberá o respetivo recibo para efeitos fiscais ou outros.

Visite também os nossos anunciantes.

Gratos pela sua colaboração.

Pobreza e desigualdade têm vindo a diminuir em Portugal nos últimos 25 anos

O travão da sustentabilidade está avariado

Pub

Categorias: Crónica, Guerra, Política

Acerca do Autor

António Mota

Professor. Braga.

Comente este artigo

Only registered users can comment.